ASSINE

Adolescente desaparece após comprar chips em Santa Teresa

João Paulo Grameliche da Silva, de 15 anos, desapareceu na tarde da última sexta-feira (29). Família está desesperada e Polícia Civil investiga o caso

Tempo de leitura: 2min
Vitória
Publicado em 03/05/2022 às 19h55
João Paulo Grameliche da Silva, de 15 anos, desapareceu no dia 29 de abril em Santa Teresa
João Paulo Grameliche da Silva, de 15 anos, desapareceu no dia 29 de abril em Santa Teresa. Crédito: Acervo da família

O adolescente João Paulo Grameliche da Silva, de 15 anos, está desaparecido desde a última sexta-feira (29). Ele sumiu após sair de casa de bicicleta para comprar um chips, na Zona Rural de Santa Teresa, na Região Serrana do Espírito Santo. Já são quatro dias que a família não tem notícias dele.

A mãe do jovem disse que ele saiu por volta das 14 horas. "Ele falou que voltaria logo e não voltou. Uma funcionária confirmou que ele esteve no estabelecimento e comprou um pacote de chips. Ele desapareceu na volta para a casa", contou a dona de casa Maria de Fátima Couto Grameliche da Silva.

Maria de Fátima Couto Grameliche da Silva

Dona de casa, mãe do adolescente desaparecido

"Não sabemos onde meu filho está. Estamos correndo por toda a cidade para tentar encontrá-lo, mas, até agora, nada"

Segundo ela, João Paulo estava com uma bicicleta preta e sem celular. "Ele estava de calça preta, chinelos pretos e uma blusa azul-escuro", detalhou. "Ele era um menino tranquilo, nunca tinha feito nada parecido ou dado problema. Não sabemos o que pode ter acontecido com ele", desabafou.

Este vídeo pode te interessar

Desesperada atrás do filho caçula, Maria de Fátima registrou um boletim junto à Polícia Civil no último domingo (1º) e pediu ajuda para achá-lo. "Ele tem cabelo e olhos castanhos. Não tem tatuagem nem piercing. Quem souber de qualquer coisa pode me ligar no telefone (27) 99687-5656", disse.

POLÍCIA TENTA LOCALIZAR ADOLESCENTE

Em nota, a Polícia Civil informou que o desaparecimento é investigado pela Delegacia de Polícia de Santa Teresa, que colheu depoimento dos familiares de João Paulo e está trabalhando com o intuito de localizar o adolescente. Até o final da tarde desta terça-feira (3), ele não havia sido encontrado.

A corporação também ressaltou que a população pode — e deve — contribuir com informações a respeito do caso por meio do Disque-Denúncia (181). No site oficial é possível enviar fotos e vídeos. "O anonimato é garantido e todas as informações são investigadas", garantiu a PC.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Polícia Civil Santa Teresa desaparecidos montanhas

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.