ASSINE

Suspeitos batem moto em carro ao fugir da polícia em Cariacica

Um deles – que estava pilotando a moto – estava foragido. Ele deixou o presídio em outubro após ganhar o benefício de saída temporária – a "saidinha" –, mas não voltou à unidade

Publicado em 30/10/2020 às 09h41
Atualizado em 30/10/2020 às 09h41
Um deles, que estava pilotando a moto, estava foragido. Ele deixou o presídio em outubro, após ganhar o benefício da saidinha, mas não voltou à unidade
Suspeitos de moto batem em carro ao fugir da polícia em Cariacica. Crédito: Reprodução/ TV Gazeta

Uma moto com dois suspeitos que estavam fugindo da polícia bateu na traseira de um carro no bairro Sotema, em Cariacica. O acidente aconteceu na rua Augusto Silva, na madrugada desta sexta-feira (30).

Os dois suspeitos, de 20 e 22 anos, estavam fugindo da Polícia Militar quando perderam o controle da moto e bateram no carro. Depois da colisão, os jovens ainda tentaram se esconder na vegetação de um lote próximo do local, mas eles estavam feridos e acabaram sendo capturados pelos policiais.

Um deles, que estava pilotando a moto, estava foragido. Ele deixou o presídio em outubro, após ganhar o benefício da saidinha, mas não voltou à unidade
Suspeitos de moto batem em carro ao fugir da polícia em Cariacica. Crédito: Reprodução/ TV Gazeta

O subtenente Menezes, da Força Tática do 7° Batalhão, contou, em entrevista à TV Gazeta, como começou a perseguição. "Eles estavam em uma rua. Quando visualizaram a viatura em patrulhamento, eles iniciaram a fuga em alta velocidade, colocando pedestres em risco. Os suspeitos foram seguidos pelos policiais e bateram em um veículo. Na vegetação para onde eles fugiram, um deles ainda caiu de um muro e foi resgatado pelos militares", relatou.

Feridos, os suspeitos foram encaminhados ao Hospital Estadual de Urgência e Emergência, o antigo São Lucas, em Vitória. Um deles, que estava pilotando a moto, estava foragido. Ele deixou o presídio em outubro, após ganhar o benefício da saidinha, mas não voltou à unidade. Esse jovem confessou aos policiais que cometeu, em 2016, um duplo homicídio contra duas adolescentes no Norte do Estado. 

A reportagem de A Gazeta demandou a Polícia Militar para saber mais detalhes da ocorrência, e também a Polícia Civil para saber sobre a ocorrência registrada e se os suspeitos foram autuados. Assim que houver retorno este texto será atualizado.

Com informações de Daniela Carla, da TV Gazeta

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.