ASSINE

Suspeito de estuprar menina após encontro marcado pela internet é preso em Vila Velha

O homem, de 25 anos, é suspeito de violentar sexualmente uma adolescente de 12. Segundo a polícia, ele se infiltrou em um grupo de jogos on-line, onde marcou um encontro com a menina

Publicado em 17/03/2021 às 11h27
Fachada da Delegacia de Proteção à Criança e Adolescente - DPCA
Delegacia de Proteção à Criança e Adolescente - DPCA. Crédito: Carlos Alberto Silva

Um homem de 25 anos foi preso, nesta terça-feira (16), suspeito de violentar sexualmente uma adolescente de 12 anos, em Vila Velha. A prisão aconteceu no bairro Araçás. De acordo com a polícia, o homem se aproximou da vítima em um grupo sobre jogos on-line. 

As investigações apontam que o suspeito se aproveitava de conhecimentos sobre jogos on-line e se infiltrava em grupos de adolescentes que interagem pelo jogo. Segundo o titular da Delegacia de Proteção à Criança, ao Adolescente e ao Idoso (DPCAI) de Guarapari, delegado Marcelo Santiago, o homem encontrou a vítima em um desses grupos.

“Em um desses grupos, ele encontrou a vítima, se aproximou dela e marcou um encontro na cidade de Guarapari, onde a menina mora”, disse.

Câmeras de segurança flagraram o encontro entre suspeito e vítima. As investigações da polícia apontam que ele teria levado a menor para a cidade de Vila Velha e cometido o estupro.

CONSIDERADA DESAPARECIDA

A menina chegou a ser considerada desaparecida pela família, que procurou por ela. No entanto, os familiares foram ameaçados e persuadidos pelo investigado para que a menina fosse devolvida para os parentes.

“A família foi obrigada a retirar a notícia de desaparecimento das redes sociais. O suspeito estabeleceu essas condições para que, assim, a jovem fosse devolvida à família. Só após a entrega da vítima, a família procurou a Polícia Civil e as investigações tiveram início”, explicou o delegado.

Após a identificação do suspeito, a polícia pediu a prisão preventiva, que foi aceita e decretada pela Justiça. Após o cumprimento do mandado de prisão, o homem foi conduzido à Delegacia Regional de Guarapari, onde prestou depoimento e, em seguida, foi encaminhado para o presídio.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.