ASSINE

Suspeito de esfaquear comerciante em assalto a loja é preso em Guarapari

Durante assalto a uma loja de artigos para festas em maio deste ano, Diego Cardoso Dutra, 37, teria esfaqueado um comerciante, dono do estabelecimento. Ele foi preso nesta terça (17)

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 18/08/2021 às 22h20
Diego Cardoso Dutra foi preso suspeito de assaltar loja em Guarapari
Diego Cardoso Dutra foi preso suspeito de assaltar loja em Guarapari. Crédito: Divulgação | PCES

Um homem de 37 anos foi preso pela Polícia Civil nesta terça-feira (17) suspeito de ser o autor de uma tentativa de latrocínio que aconteceu em 19 de maio deste ano, no Centro de Guarapari. Durante um assalto a uma loja de artigos para festas, Diego Cardoso Dutra teria esfaqueado um comerciante, dono do estabelecimento. Ele foi peso no bairro Santa Margarida, no mesmo município, em comprimento de mandado de prisão preventiva.

Segundo o titular do Departamento Especializado de Investigações Criminais (Deic), Guilherme Eugênio, Diego já tem antecedentes criminais por roubo. O delegado explicou que o suspeito foi à loja de artigos para festas em uma motocicleta e, armado com uma faca, rendeu os funcionários e roubou todo o dinheiro que havia no caixa do estabelecimento.

Assaltante rouba loja e depois dá facada em comerciante

"Ele foi surpreendido pelo proprietário do estabelecimento. Ao surpreender Diego durante a fuga, o proprietário travou um embate com Diego. Em meio a isso, o suspeito sacou a faca que portava e desferiu dois golpes contra a vítima. Logo depois, ele conseguiu fugir a bordo da motocicleta, envolveu-se em um acidente de trânsito e concluiu a fuga a pé", contou o delegado.

Guilherme Eugênio explicou que, no dia do crime, equipes do Deic identificaram a autoria e tentaram prender Diego, que não foi localizado. As investigações seguiram, até que a Justiça decretou a prisão preventiva do suspeito. "Ontem (17), a divisão de capturas conseguiu dar cumprimento ao mandado de prisão expedido. O Diego foi encaminhado para o Centro de Detenção Provisória de Guarapari", finalizou.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.