ASSINE

Pai é detido suspeito de prostituir a filha de 10 anos em Linhares

Segundo registro da Polícia Militar, o homem de 28 anos estava com a criança quando foi detido em um bar do município. Ele foi levado para a delegacia e a filha encaminhada ao Conselho Tutelar

Colatina / Rede Gazeta
Publicado em 18/08/2021 às 21h19
Atualizado em 19/08/2021 às 10h33
16ª Delegacia Regional de Linhares
O homem foi encaminhado para a Delegacia Regional de Linhares. Crédito: Eduardo Dias

Um homem de 28 anos foi detido, na manhã desta quarta-feira (18), suspeito de prostituir a própria filha — uma criança de 10 anos — para sustentar o seu vício em drogas em Linhares, no Norte do Espírito Santo. A Polícia Militar chegou ao suspeito após denúncia anônima. Na manhã desta quinta (19), a Polícia Civil informou que, após ser ouvido pelo delegado, ele foi liberado. Veja a nota no final da matéria.

De acordo com registro da Polícia Militar, o suspeito estava com a menina em um bar do município quando foi preso. O Conselho Tutelar do município foi acionado para o local, já que o caso envolve uma criança, e informou à polícia que havia recebido denúncia de que o homem estaria usando a filha para prostituição para conseguir dinheiro para comprar drogas.

Os nomes do bairro dos envolvidos e do bairro onde o homem foi detido não estão sendo divulgados para preservar a vítima, conforme prevê o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

O suspeito foi levado para a 16ª Delegacia Regional de Linhares.

HOMEM FOI LIBERADO

Por meio de nota, a Polícia Civil afirmou, na manhã desta quinta-feira (19), que um homem de 28 anos foi conduzido à Delegacia Regional de Linhares, onde foi ouvido e liberado, após a autoridade policial constatar que não haviam elementos suficientes para lavrar auto de prisão em flagrante naquele momento. Confira na íntegra:

"A Polícia Civil informa que um homem de 28 anos foi conduzido à Delegacia Regional de Linhares, onde foi ouvido e liberado, após a autoridade policial constatar que não haviam elementos suficientes para lavrar auto de prisão em flagrante naquele momento. A criança foi encaminhada ao Serviço Médico Legal (SML) de Linhares e está sob a guarda do Conselho Tutelar do município.

O caso seguirá sob investigação da Delegacia Especializada de Proteção à Criança e Adolescente e Idoso (DPCAI) de Linhares e, já que o caso envolve uma menor de idade, sob segredo de Justiça. A PCES destaca que a população pode auxiliar na investigação por meio do telefone 181. O Disque-Denúncia é uma ferramenta segura, onde não é necessário se identificar para denunciar."

Atualização

19 de Agosto de 2021 às 10:33

Na manhã desta quinta-feira (19), a Polícia Civil informou, por meio de nota, que o pai foi ouvido e liberado, após a autoridade policial constatar que não haviam elementos suficientes para lavrar auto de prisão em flagrante naquele momento. O texto foi atualizado.  

A Gazeta integra o

Saiba mais
Linhares Polícia Civil Polícia Militar Abuso sexual crianca linhares ES Norte

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.