ASSINE

Suspeito de chefiar tráfico de drogas é preso em Vila Velha

O homem de 32 anos é suspeito de comandar o tráfico em Morada da Barra. Na casa dele foram apreendidos um revólver e munições, além de material para embalo e venda de cocaína

Publicado em 14/04/2021 às 07h52
  • DO G1/ES

Arma, munições e material para venda de drogas foram apreendidos em Vila Velha
Arma, munições e material para venda de drogas foram apreendidos em Vila Velha . Crédito: Foto: Reprodução/TV Gazeta

Um homem suspeito de comandar o tráfico de drogas em Morada da Barra, na região da Grande Terra Vermelha, em Vila Velha, foi preso pela Guarda Municipal na noite desta terça-feira (13).

Junto com o homem, identificado como Romário do Nascimento Chagas, de 32 anos, foi apreendida uma arma, que, segundo os agentes, pode ter sido utilizada para matar um homem há cerca de 20 dias no bairro.

"No último homicídio, a vítima foi morta por um revólver calibre 38, que é a mesma arma apreendida na data de hoje. Então, a Polícia Civil vai fazer os procedimentos e a perícia também para ver se conseguem fazer a ligação da autoria e da apreensão de hoje na operação", explicou o agente Iuri Silva.

A operação realizada pela Guarda de Vila Velha contou ainda com o apoio de policiais militares. Na casa de Romário também foram encontradas munições e material para o embalo e a venda de cocaína.

O que chamou a atenção das forças policiais foi o tamanho do patrimônio do suspeito, que trabalha como carroceiro. Romário está construindo cinco casas em Morada da Barra. Ele afirma que os recursos são fruto do trabalho, mas a justificativa não convenceu a Guarda Municipal.

"O patrimônio que ele está construindo, as diversas casas, além das bicicletas e motos que possui, para a realidade do local, é um pouco diferente. Morada da Barra é um bairro bem carente, com pouca infraestrutura. E ele tem feito obras com boa estrutura, o que leva a crer que ele tem uma certa lucratividade no tráfico local", explicou o agente Iuri.

Romário foi levado para a Delegacia Regional de Vila Velha.

A Guarda de Vila Velha diz que monitora a região da Grande Terra Vermelha, palco de conflitos entre criminosos. Durante a operação realizada na noite desta terça-feira, os agentes também foram à casa de um outro homem, em Barramares. No local, foram apreendidos rádios comunicadores e material para embalo de drogas. No entanto, o dono do imóvel não foi localizado.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.