ASSINE

Suspeita de matar mulher em Vila Velha é presa na Rodoviária de Vitória

Suspeita foi presa na Rodoviária de Vitória tentando fugir para a Bahia na noite de quinta (13); no ataque, Maria das Graças Souza Rodrigues foi morta e a companheira dela ficou ferida

Tempo de leitura: 3min
Vitória
Publicado em 14/01/2022 às 12h48
Maria das Graças Souza Rodrigues, de 46 anos, morreu após ser baleada em Vila Velha
Maria das Graças Souza Rodrigues, de 46 anos, morreu após ser baleada em Vila Velha. Crédito: Arquivo Pessoal

Uma mulher foi presa suspeita de ser autora do ataque que matou Maria das Graças Souza Rodrigues, de 46 anos e deixou a companheira dela ferida no bairro Dom João Batista, em Vila Velha, na manhã desta quinta-feira (13). De acordo com a Polícia Civil, a prisão aconteceu por volta das 21h30 do mesmo dia do crime, na Rodoviária de Vitória.

Conforme a corporação, a suspeita, apontada como a executora de Maria das Graças, estava prestes a embarcar em um ônibus para fugir para a cidade de Eunápolis, no estado da Bahia. Ela foi presa pela equipe da Delegacia de Homicídios e Proteção à Mulher (DHPM) e, de acordo com a polícia, tentava fugir pela segunda vez.

Segundo a delegada Rafaella Aguiar, do DHPM, o crime tem relação com o tráfico de drogas. A delegada explicou que Maria das Graças e a companheira ficaram durante a noite de quarta (12) para quinta-feira (13) vendendo drogas e, pela manhã, elas foram prestar contas para uma sub-gerente do tráfico, que é a suspeita presa na Rodoviária.

"O crime foi motivado porque houve um desacerto entre elas. Quando foram fazer a prestação de contas ao amanhecer, viram que estava faltando drogas e também não tinha o dinheiro para colocar no lugar. Ai que começou toda a confusão e desencadeou com o homicídio e a tentativa", explicou a delegada.

Delegacia da mulher na Ilha de Santa Maria em Vitória
As suspeitas foram presas por equipes do DHPM. Crédito: Vitor Jubini

Ainda de acordo com Rafaella Aguiar, com a informação de que a suspeita estaria sendo ameaçada por integrantes do tráfico de drogas da região e que tentaria fugir, a Polícia Civil e a Polícia Rodoviária Federal montaram pontos de bloqueio na Grande Vitória e no interior do Estado para tentar encontrar a suspeita.

"A gente tomou informações de que ela estaria sendo ameaçada pelo tráfico, que ela não poderia retornar porque ela fez aquilo sem o consentimento, tinha sumido com a arma do crime, que pertencia a eles. A gente soube que ela iria tentar fuga para o estado da Bahia e, com a ajuda da PRF, a gente começou a montar vários pontos de bloqueio. Ela só foi presa na Rodoviária de Vitória, quando ela realmente estava tentando embarcar em um ônibus", disse a delegada.

A polícia também divulgou que prendeu uma outra mulher em flagrante, ainda na manhã da quinta-feira. Ela foi autuada por tráfico de drogas e associação ao tráfico de drogas. Com ela, a polícia encontrou drogas e um caderno com anotações sobre o tráfico. A participação dela no ataque ainda está sendo investigada.

O CRIME

Uma mulher foi morta a tiros e a companheira dela foi baleada nesta quinta-feira (13), em Vila Velha, na Grande Vitória. O crime aconteceu por volta das 7h, no bairro Dom João Batista. Maria das Graças Souza Rodrigues, de 46 anos, morreu no meio da Rua Mandacaru.

A outra vítima, companheira de Maria, foi socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levada para o Hospital Estadual de Urgência e Emergência (HEUE), em Vitória.

Parentes de Maria das Graças disseram que ela e a mulher que sobreviveu formavam um casal e estavam juntas há cerca de 10 anos. Eles também contaram que Maria trabalhava como cozinheira, porém, durante a pandemia perdeu o emprego e começou a vender drogas.

Pela manhã, de acordo com a Polícia Militar, que foi acionada para a ocorrência, ninguém conseguiu dizer a motivação do crime nem a autoria. A Polícia Civil investiga o crime.

Este vídeo pode te interessar

A Gazeta integra o

Saiba mais

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.