ASSINE

Procurado por homicídios no ES e TO e preso no interior do Pará

O indivíduo possuía três mandados de prisão preventiva por homicídios cometidos em Cariacica e um mandado de prisão preventiva pelo crime de tráfico de drogas

Indivíduo foi encontrado no município de Anapú, no Pará
Indivíduo foi encontrado no município de Anapú, no Pará, pela Polícia Militar da região. Crédito: Divulgação/PCES

Um homem, envolvido em homicídios no Espírito Santo e Tocantins, foi preso nesta quinta-feira (11) pela Polícia Civil do Espírito Santo (PCES), a Gerência de Inteligência da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (GINT/Sesp), a Polícia Civil do Tocantins (PCTO) e a Polícia Militar do Pará (PMPA).

A união das forças policiais resultou na prisão de Humberto Dias Mônico, conhecido como "Buiu" ou "Alemão", de 32 anos,, considerado de alta periculosidade pelos crimes cometidos. Ele foi encontrado no município de Anapú, no Pará, pela Polícia Militar da região.

 Humberto possuía três mandados de prisão preventiva por homicídios cometidos em Cariacica e um mandado de prisão preventiva pelo crime de tráfico de drogas. "Alemão" é indicado como chefe do tráfico de drogas no bairro Nova Rosa da Penha e no município de Anchieta. Além disso, era integrante de uma organização criminosa que atua em crimes de pistolagem em Afonso Cláudio e Venda Nova do Imigrante.

CRIMES EM AFONSO CLÁUDIO

Investigações realizadas pela PCES apontam que, em Afonso Cláudio, o criminoso está envolvido na morte de Edinilton Gonçalves Bastos, ocorrida em 22 de abril de 2021, no Centro da Cidade de Afonso Claudio; em troca tiros, ocorrida em 09 de março de 2021, também no Centro; e no homicídio de Roger Frontino, ocorrido em 27 de março de 2020, na Fazenda Guandu. Além disso,  o homem também tinha dois mandados de prisão por homicídios cometidos no Estado de Tocantins.

Humberto Dias Mônico, de 32 anos
Humberto Dias Mônico, de 32 anos. Crédito: Divulgação/PCES

BUSCA PELO ACUSADO

A Polícia Militar do Pará conseguiu chegar até o indivíduo após trocas de informações com as polícias de outros Estados. Segundo titular da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa de Venda Nova do Imigrante, Delegado Alberto Roque Peres, a prisão do criminoso é fundamental para dar clareza a inquéritos no ES, além de mostrar a união entre as polícias brasileiras. “A prisão deste homem é extremamente importante, pois vai permitir elucidar diversos inquéritos em andamento aqui no Espírito Santo. Esta prisão demonstra a integração existente entre as forças policiais do nosso país".

O Delegado Alberto Roque Peres preside alguns dos inquéritos que investigam o suspeito, por isso, a importância da prisão realizado em Anapú, no Pará.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.