ASSINE

Polícia investiga carona oferecida a criança em Marechal Floriano

Policiamento foi reforçado na semana passada nos horários de entrada e saída das escolas do município. Investigação tenta identificar motorista que ofereceu carona à criança

Tempo de leitura: 2min
Vitória
Publicado em 10/05/2022 às 16h07

Moradores de Marechal Floriano, na Região Serrana do Espírito Santo, ficaram preocupados com uma possível tentativa de sequestro que teria acontecido na semana passada, no Centro da cidade. Os relatos viralizaram nas redes sociais nos últimos dias, o que motivou diferentes ações por parte das autoridades de segurança locais.

Comandante da 6ª Companhia Independente da Polícia Militar, o major Edinei Balbino de Souza explicou que o policiamento chegou a ser reforçado na quinta-feira (5) e na sexta-feira (6), com viaturas em todas as escolas do município nos horários de entrada e saída dos alunos.

Edinei Balbino de Souza

Comandante da 6ª Companhia Independente da Polícia Militar

"Não fomos acionados para atendimento, mas recebemos informações e uma pessoa chegou a passar no nosso destacamento para falar a respeito. Por precaução, reforçamos o patrulhamento, mas não verificamos uma situação concreta"

As informações que circularam na internet tratavam de um episódio que teria acontecido com um menino na quarta-feira (4). Ao sair do colégio, um homem, de dentro de uma picape vermelha, teria oferecido carona. Diante da negativa, logo depois, ele teria feito mais uma tentativa e até aberto a porta do veículo.

Com medo do que poderia ter acontecido com o filho caso ele tivesse aceitado a oferta, a mãe registrou um boletim de ocorrência junto à Polícia Civil, que trabalha para tentar identificar o condutor do automóvel para ele esclarecer qual era a intenção dele ao convidar a criança para entrar no carro.

"A princípio, se trata apenas de um convite para uma carona até em casa, o que não configura tentativa de sequestro. A investigação será direcionada no sentido de promover a identificação e o depoimento do condutor", esclareceu o delegado Geraldo Peçanha, titular da Delegacia de Marechal Floriano.

Geraldo Peçanha

Delegado titular da Delegacia de Marechal Floriano

"Nós pedimos aos responsáveis que orientem os filhos a não aceitarem carona de estranhos"

Em casos como este, o major Edinei Balbino de Souza, da PM, ressaltou que é importante acionar a corporação imediatamente. "Os acionamentos rápidos tornam nosso trabalho mais efetivo. Neste caso, teríamos tentado localizar o veículo e abordar o suspeito", afirmou.

Quem tiver informações a respeito do episódio deve registrar por meio do Disque-Denúncia (181) para ajudar as investigações. Pelo site oficial, é possível enviar fotos e vídeos. "O anonimato é garantido e todas as informações fornecidas são registradas", ressaltou a Polícia Civil.

Este vídeo pode te interessar

A Gazeta integra o

Saiba mais

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.