ASSINE

Perícia conclui que primeiro incêndio em cartório no ES foi criminoso

Segundo o delegado chefe de Itapemirim, Djalma Pereira, a perícia do segundo incêndio, que destruiu 90% do local na quarta (4), ainda é aguardada

Tempo de leitura: 2min
Cachoeiro de Itapemirim / Rede Gazeta
Publicado em 10/05/2022 às 13h31
Cartório de registro civil em Itapemirim é incendiado
Cartório de registro civil em Itapemirim é incendiado. Crédito: Bruna Hemerly

A perícia da Polícia Civil concluiu que o primeiro incêndio no Cartório de Registro Civil e Tabelionato de Itapemirim, no Sul do Espírito Santo, entre domingo (1º) e a madrugada de segunda-feira (2), foi criminoso. Segundo o delegado chefe de Itapemirim, Djalma Pereira, a perícia do segundo incêndio, que destruiu 90% do local na madrugada de quarta-feira (4), ainda é aguardada, além do laudo de perícia solicitado ao Corpo de Bombeiros. O órgão informou que o prazo é de 15 dias. 

De acordo com o delegado, a perícia é realizada pela polícia técnico-cientifica, em Vitória, e ainda não tem previsão de conclusão. Logo após os incêndios, que destruíram quase todo o acervo do cartório, a polícia teve acesso às imagens das câmeras de videomonitoramento da prefeitura. No vídeo, um homem aparece rodeando o local antes do incêndio. Próximo ao cartório, foi encontrado um galão com vestígios de gasolina. 

“A primeira perícia foi concluída e constatou que o incêndio foi criminoso. Não podemos divulgar muitas informações para não atrapalhar o caso, mas desde quando aconteceu, estamos com uma equipe trabalhando no caso. Não paramos e estamos trabalhando com outras polícias, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Federal, para elucidar o crime”, disse Djalma Pereira. Até o momento, nenhum suspeito foi preso.

Os atendimentos no cartório foram transferidos para unidade de Itaipava.

Demandada pela reportagem, a Polícia Civil informou, em nota, que o caso segue sendo investigado pela Delegacia Regional de Itapemirim, sob sigilo.

OS INCÊNDIOS

No primeiro incêndio, controlado por populares, janelas ficaram queimadas e alguns documentos foram danificados. Esses arquivos foram retirados do imóvel para serem recuperados.

Fogo destrói Cartório de Registro Civil em Itapemirim
Cartório de Registro Civil em Itapemirim em chamas. Crédito: Reprodução

O segundo incêndio aconteceu na madrugada da última quarta-feira (4). A estimativa da proprietária do cartório é de que 90% do acervo do cartório foi queimado. Além disso, uma casa ao lado do antigo imóvel, situado na Vila de Itapemirim, foi atingida, mas nenhum morador ficou ferido.

Este vídeo pode te interessar

A Gazeta integra o

Saiba mais

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.