ASSINE

Polícia impede realização de festa clandestina em Guarapari

Em um loteamento particular, na região de Portal de Santarina, estrutura para evento já estava montada com palco, iluminação e caixas de som

Publicado em 09/01/2021 às 13h50
Polícia impede realização de festa em Guarapari
Operação da Secretaria de Segurança impediu a realização de festa em Guarapari. Crédito: Sesp/ Divulgação

Uma grande festa clandestina, que estava programada para acontecer na madrugada deste sábado (09) em Guarapari, no litoral do Espírito Santo, teve fim antes mesmo de começar. Durante uma operação, equipes da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp) descobriram a realização do evento, divulgado com o nome de "Paradise City", e impediram que ele acontecesse. 

A festa seria realizada em um loteamento particular, na região conhecida como Portal de Santarina. No local, uma estrutura com caixas de som, bebidas, palco, equipamento para DJ e iluminação já estava montada.

A operação contou com a participação do secretário de Estado da Segurança Pública e Defesa Social (Sesp), coronel Alexandre Ramalho, Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, equipes da inteligência da polícia e servidores da Prefeitura de Guarapari.

Segundo a Sesp, assim que a equipe chegou ao local do evento, os fornecedores foram informados dos decretos e as penalidades da realização do evento e recolheram todos os materiais.

A operação também realizou a fiscalização de 12 estabelecimentos comerciais como bares, distribuidoras de bebidas e restaurantes na região. O objetivo era verificar se os protocolos de segurança e os decretos de prevenção à Covid-19 estavam sendo cumpridos. 

Foram identificadas irregularidades em seis estabelecimentos, que foram notificados. Um deles funcionava sem alvarȧ de incêndio, e recebeu uma notificação do Corpo de Bombeiros. A prefeitura também emitiu três autos de infração.

Operação da polícia impede festa em Guarapari

Polícia impede realização de festa em Guarapari
Operação da Secretaria de Segurança impede a realização de festa em Guarapari. Sesp/ Divulgação
Polícia impede realização de festa em Guarapari
Operação da Secretaria de Segurança impede a realização de festa em Guarapari. Sesp/ Divulgação
Polícia impede realização de festa em Guarapari
Operação da Secretaria de Segurança impede a realização de festa em Guarapari. Sesp/ Divulgação
Polícia impede realização de festa em Guarapari
Operação da Secretaria de Segurança impede a realização de festa em Guarapari. Sesp/ Divulgação
Polícia impede realização de festa em Guarapari
Operação da Secretaria de Segurança impede a realização de festa em Guarapari. Sesp/ Divulgação
Polícia impede realização de festa em Guarapari
Operação da Secretaria de Segurança impede a realização de festa em Guarapari. Sesp/ Divulgação
Polícia impede realização de festa em Guarapari
Operação da Secretaria de Segurança impede a realização de festa em Guarapari. Sesp/ Divulgação
Polícia impede realização de festa em Guarapari
Operação da Secretaria de Segurança impede a realização de festa em Guarapari. Sesp/ Divulgação
Polícia impede realização de festa em Guarapari
Operação da Secretaria de Segurança impede a realização de festa em Guarapari. Sesp/ Divulgação
Polícia impede realização de festa em Guarapari
Operação da Secretaria de Segurança impede a realização de festa em Guarapari. Sesp/ Divulgação
Polícia impede realização de festa em Guarapari
Operação da Secretaria de Segurança impede a realização de festa em Guarapari. Sesp/ Divulgação
Polícia impede realização de festa em Guarapari
Operação da Secretaria de Segurança impede a realização de festa em Guarapari. Sesp/ Divulgação
Polícia impede realização de festa em Guarapari
Operação da Secretaria de Segurança impede a realização de festa em Guarapari. Sesp/ Divulgação
Polícia impede realização de festa em Guarapari
Operação da Secretaria de Segurança impede a realização de festa em Guarapari. Sesp/ Divulgação
Polícia impede realização de festa em Guarapari
Operação da Secretaria de Segurança impede a realização de festa em Guarapari. Sesp/ Divulgação
Operação da Secretaria de Segurança impede a realização de festa em Guarapari
Operação da Secretaria de Segurança impede a realização de festa em Guarapari
Operação da Secretaria de Segurança impede a realização de festa em Guarapari
Operação da Secretaria de Segurança impede a realização de festa em Guarapari
Operação da Secretaria de Segurança impede a realização de festa em Guarapari
Operação da Secretaria de Segurança impede a realização de festa em Guarapari
Operação da Secretaria de Segurança impede a realização de festa em Guarapari
Operação da Secretaria de Segurança impede a realização de festa em Guarapari
Operação da Secretaria de Segurança impede a realização de festa em Guarapari
Operação da Secretaria de Segurança impede a realização de festa em Guarapari
Operação da Secretaria de Segurança impede a realização de festa em Guarapari
Operação da Secretaria de Segurança impede a realização de festa em Guarapari
Operação da Secretaria de Segurança impede a realização de festa em Guarapari
Operação da Secretaria de Segurança impede a realização de festa em Guarapari
Operação da Secretaria de Segurança impede a realização de festa em Guarapari

Segundo o secretário Alexandre Ramalho, o trabalho de fiscalização vem sendo realizado em Guarapari, principalmente no período do verão e com a chegada de pessoas de outros Estados. Ele pediu a contribuição da população.

"Sempre que temos informações prévias, via denúncias, conseguimos agir e evitar que essas festas clandestinas aconteçam. Respeitamos muito o trabalho dos comerciantes e empresários de entretenimento, mas vivemos um momento ímpar na história e nossa prioridade é sempre salvar vidas e impedir a disseminação do vírus, se fazendo cumprir os decretos governamentais", afirmou.

POLÍCIA USA GÁS PARA ACABAR COM AGLOMERAÇÃO

Ainda na madrugada deste sábado, policiais militares que realizam o patrulhamento ostensivo também flagraram aglomeração de pessoas e uso de caixas de som na Praia das Castanheiras, no Centro de Guarapari.

A equipe de segurança tentou dialogar com os participantes, mas precisou usar armamentos não letais, quando algumas pessoas ameaçaram jogar garrafas em direção aos militares. Foi necessário o uso de gás lacrimogêneo para dispersão das aglomerações. Ninguém ficou ferido ou foi detido na ação.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.