ASSINE

Pintor do Acre é encontrado morto a facadas em Vila Velha

Corpo foi achado após vizinho sentir um cheiro forte vindo da quitinete nessa segunda-feira (11); perícia acredita que crime ocorreu no último final de semana

Tempo de leitura: 2min
Publicado em 12/04/2022 às 08h54
Jeferson Souza Rodrigues tinha 29 anos e foi encontrado morto nessa segunda-feira (11) em Vila Velha
Jeferson Souza Rodrigues tinha 29 anos e foi encontrado morto nessa segunda-feira (11) em Vila Velha. Crédito: Reprodução | Redes Sociais

Com facadas no pescoço e no peito, o corpo de um homem foi encontrado nessa segunda-feira (11), dentro de uma quitinete no bairro Araçás, em Vila Velha. A vítima é o pintor Jeferson Souza Rodrigues, de 29 anos. Nascido no Acre, ele havia se mudado para o Espírito Santo há cerca de um ano.

Segundo a Polícia Civil, o cadáver estava em cima de um colchão no quarto, enrolado em um lençol. Dono do imóvel, o aposentado Antônio Rodrigues Ferreira contou ao repórter Caique Verli, da TV Gazeta, que o crime foi descoberto depois da reclamação de um vizinho sobre um cheiro forte.

Antônio Rodrigues Ferreira

Dono do imóvel

"No segundo andar, são oito moradias. Algum vizinho reclamou e desceram aqui dizendo que naquela quitinete tinha alguma coisa estragada. Na hora que abriram lá, ele estava morto"

Devido ao estado de decomposição do corpo, a perícia acredita que o assassinato tenha acontecido no último final de semana, entre sábado (9) e domingo (10). No local, os policiais apreenderam uma faca que pode ter sido usada no crime e conversaram com alguns vizinhos do pintor.

Uma faca foi encontrada dentro da quitinete onde o corpo de Jeferson estava. Ela pode ter sido usada no crime
Uma faca foi encontrada dentro da quitinete onde o corpo de Jeferson estava. Ela pode ter sido usada no crime. Crédito: Archimedis Patrício

Segundo o relato desses moradores, ele foi visto pela última vez na manhã do sábado (9), bebendo na rua com um homem e um amigo que morava com ele – e que não foi mais visto depois que o pintor foi encontrado morto. Durante a última noite, a Polícia Civil tentou localizá-lo, sem sucesso.

Ainda de acordo com informações obtidas pela TV Gazeta, um primo de Jeferson contou que se mudou da quitinete há cerca de dez dias porque o pintor e o amigo bebiam muito e usavam drogas. O corpo dele foi levado para o Departamento Médico Legal de Vitória e nenhum suspeito foi preso até o momento.

Este vídeo pode te interessar

A Gazeta integra o

Saiba mais

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.