ASSINE

Pai é morto e bebê é baleado dentro de casa em Vila Valério

Pai, de 22 anos, chegou a ser socorrido, mas não resistiu. Bebê foi transferido para hospital em Colatina e segue estável. Polícia investiga se  crime seria execução

Tempo de leitura: 2min
Colatina
Publicado em 21/02/2022 às 15h21

Um jovem de 22 anos, identificado como Welington de Jesus Pinheiro, foi morto com um tiro, e um dos filhos dele,  um bebê de 1 ano e 11 meses, foi baleado enquanto a família estava dentro de casa no distrito de Arariboia, em Vila Valério, Noroeste do Estado. O crime aconteceu durante a madrugada desta segunda-feira (21). Na residência, também estavam a esposa da vítima e outros dois filhos do casal, que não ficaram feridos. A Polícia Civil ainda investiga a motivação do crime.

Data: 19/11/2019 - ES - Vitória - Viaturas da Polícia Militar do ES - Editoria: Cidades - Foto: Fernando Madeira - GZ
A Polícia Civil ainda investiga a motivação do crime. Crédito: Fernando Madeira

De acordo com o titular da Delegacia de São Gabriel da Palha, delegado Rafael Caliman, responsável pelas investigações, pai e filho estavam deitados na cama de um dos quartos quando o suspeito teria apontado a arma pela janela e feito o disparo que atingiu os dois.

Welington foi atingido no tórax. Ele foi socorrido por familiares e levado para o Pronto Atendimento de Vila Valério, mas não resistiu ao ferimento e morreu. O bebê foi transferido para o Hospital São José, em Colatina, onde foi operado pela equipe de cirurgia pediátrica. Segundo o hospital, a criança segue clinicamente estável na UTI pediátrica e está acompanhada da mãe.

A família se mudou para o Espírito Santo há cerca de quatro meses, segundo Caliman. O delegado informou que a polícia investiga se o crime seria uma execução e o que teria o motivado.

“Pelas características, acreditamos que seja uma execução. A vítima, segundo informações, veio recentemente de Macaé (município do Rio de Janeiro) para o distrito de Vila Valério. Então, ainda não a conhecemos e precisamos ouvir muitas testemunhas para entender o que aconteceu durante esta madrugada”, afirmou.

Wellington não tem passagem pela polícia do Estado, de acordo com o delegado. Até o momento, nenhum suspeito foi preso.

Este vídeo pode te interessar

A Gazeta integra o

Saiba mais

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.