ASSINE

Operação da PF: mergulhadores colocavam drogas em cascos de navios

Segundo o delegado Bruno Tavares, da PF do Rio, os criminosos utilizavam uma tática diferente para conseguir transportar as drogas para a Europa

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 24/08/2021 às 13h11
Operação Tamoios da Polícia Federal contra o tráfico internacional de drogas
Operação Tamoios da Polícia Federal contra o tráfico internacional de drogas. Crédito: Divulgação/Polícia Federal

organização criminosa que fazia o transporte de cocaína do Espírito Santo e do Rio de Janeiro para a Europa pelo mar utilizava mergulhadores para fazer a inserção das drogas nos cascos dos navios. A informação foi divulgada pelo delegado Bruno Tavares, chefe da Delegacia de Repressão a Drogas da Polícia Federal no Rio de Janeiro.

Bruno Tavares ressaltou que, normalmente, as organizações criminosas de tráfico de drogas internacional adotam a estratégia do embarque dos entorpecentes por contêineres, mas que os traficantes presos na Operação Tamoios, que foi deflagrada na manhã desta terça-feira (24), utilizavam uma tática diferente.

Delegado Bruno Tavares

Chefe da Delegacia de Repressão a Drogas da Polícia Federal no Rio de Janeiro

"É importante ressaltar que essa organização trabalha de uma forma um pouco diferente na exportação do material ilícito. A gente está acostumado a ter a inserção de drogas em contêineres, e essa organização age de uma forma distinta, fazendo a inserção no casco do navio através da utilização de mergulhadores"

Ainda de acordo com o delegado, a Operação Tamoios teve início em 2019. Ao longo da investigação, foram apreendidos mais de 200 kg de cloridrato de cocaína, 14 veículos de luxo, 6 imóveis de alto padrão nos municípios do Rio de Janeiro e Mangaratiba, no Estado fluminense, e Guarapari, no Estado capixaba, e R$ 827.000,00 (oitocentos e vinte e sete mil reais), em espécie. Além disso, como explicado por Bruno Tavares, houve duas prisões em flagrante nesta terça-feira (24).

Um dos locais onde foi realizada prisão no ES durante a operação Tamoios
Um dos locais onde foi realizada prisão no ES durante a operação. Crédito: Divulgação/PF

"Na data de hoje (24), nós demos cumprimento integral a todas as medidas que foram deferidas pelos juízes da Terceira Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro e cumprimos 12 mandados de prisão preventiva e 15 mandados de busca e apreensão. Obtivemos também restrição judicial de contas e imóveis e, durante a lavratura dos procedimentos, nós obtivemos dois flagrantes de entorpecentes, um no Rio de Janeiro e um no Espírito Santo", completou.

Delegado Bruno Tavares fala sobre a atuação dos criminosos

A OPERAÇÃO

A Polícia Federal cumpre mandados de prisão e de busca e apreensão no Rio de Janeiro e no Espírito Santo em uma operação para combater o tráfico internacional de drogas pelo mar. Deflagrada na manhã desta terça-feira (24), a Operação Tamoios investiga o transporte de cocaína nos dois Estados para a Europa.

Cerca de 60 policiais federais cumprem 12 mandados de prisão preventiva e 15 mandados de busca e apreensão, nos dois Estados, expedidos pela 3ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro. Destes, quatro mandados de busca e apreensão e dois de prisão foram cumpridos no Espírito Santo.

Droga apreendida na Operação Tamoios

COMO FUNCIONAVA

De acordo com a PF, a investigação apurou que a organização criminosa utiliza logística portuária de pequenas embarcações pesqueiras e mergulhadores profissionais. Os investigados usando o subterfúgio da pesca artesanal e do mergulho realizam de forma organizada o transporte de grandes carregamentos de cloridrato de cocaína para o Porto de Rotterdam, na Holanda.

Operação Tamoios da Polícia Federal

Operação Tamoios da Polícia Federal contra o tráfico internacional de drogas
Operação Tamoios da Polícia Federal contra o tráfico internacional de drogas. Polícia Federal
Operação Tamoios da Polícia Federal contra o tráfico internacional de drogas
Operação Tamoios da Polícia Federal contra o tráfico internacional de drogas. Polícia Federal
Veículos apreendidos pela PF durante a Operação Tamoios
Veículos apreendidos pela PF durante a operação . Divulgação/PF
Operação Tamoios da Polícia Federal contra o tráfico internacional de drogas
Operação Tamoios da Polícia Federal contra o tráfico internacional de drogas. Polícia Federal
Material apreendido na Operação Tamoios contra o tráfico internacional de drogas
Material apreendido na Operação Tamoios contra o tráfico internacional de drogas. Divulgação/Polícia Federal
Material apreendido na Operação Tamoios contra o tráfico internacional de drogas
Material apreendido na Operação Tamoios contra o tráfico internacional de drogas. Divulgação/Polícia Federal
 Material apreendido na Operação Tamoios contra o tráfico internacional de drogas
 Material apreendido na Operação Tamoios contra o tráfico internacional de drogas
 Material apreendido na Operação Tamoios contra o tráfico internacional de drogas
 Material apreendido na Operação Tamoios contra o tráfico internacional de drogas
 Material apreendido na Operação Tamoios contra o tráfico internacional de drogas
 Material apreendido na Operação Tamoios contra o tráfico internacional de drogas

A maioria dos integrantes da organização criminosa, que operavam em conjunto com organizações transnacionais, são do Rio de Janeiro e transportavam a droga até o Espírito Santo, de onde embarcavam para a Europa.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Espírito Santo Rio de Janeiro Polícia Federal espírito santo tráfico de drogas

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.