ASSINE

Mulher é presa em Cariacica por permitir estupro coletivo de menina de 11 anos

A Polícia Civil prendeu uma mulher de 37 anos que era vizinha da vítima e permitiu que o abuso acontecesse na casa dela. Essa é a segunda prisão do caso – ocorrido há 10 anos – e, agora, a polícia procura outros três envolvidos

Publicado em 02/06/2020 às 13h20
Atualizado em 02/06/2020 às 13h22
Delegacia de Marechal Floriano - Homem é preso suspeito de abusar sexualmente de um menino na região Serrana do ES
Delegacia de Marechal Floriano - Homem é preso suspeito de abusar sexualmente de um menino na região Serrana do ES. Crédito: Polícia Civil

Dez anos após um crime brutal em Marechal Floriano, na Região Serrana do Estado, onde uma menina de 11 anos foi vítima de um estupro coletivo, a Polícia Civil prendeu uma das envolvidas: uma mulher de 37 anos que era vizinha da vítima e permitiu que o abuso acontecesse na cada dela. Essa é a segunda prisão do caso. Agora, a polícia procura outros três envolvidos. 

De acordo com o delegado Luiz Carlos Claret Pascoal, titular da delegacia de Marechal Floriano, a detida era dona da residência onde o crime aconteceu, em 2010. “Ela permitiu que o companheiro e outros homens abusassem sexualmente da vizinha, uma menina de 11 anos”, contou.

Ainda segundo o delegado, na época do crime a mulher chegou a ficar presa por sete meses e, ao sair da cadeia, mudou-se para Cariacica, na Grande Vitória. Por meio de nota, a Polícia Civil informou que a mulher é condenada por estupro de vulnerável.

“A equipe de investigações tomou conhecimento do mandado de condenação. Nós fizemos pesquisas e o serviço de inteligência apontou a localização da detida. Ela foi condenada por estupro de vulnerável por ter se omitido diante dos abusos sofridos pela criança”, disse Pascoal.

O namorado da detida já estava preso por outro crime – não divulgado pela polícia – e também responde pelo estupro. Um dos autores do crime morreu e, segundo investigadores da delegacia, a polícia agora procura outros três condenados que participaram da ação contra a menina de 11 anos. “Todos os envolvidos já foram identificados e serão presos assim que encontrados”, afirmou o delegado.

A mulher de 37 anos presa foi encaminhada à Penitenciária Feminina de Cariacica (PFC), onde permanece à disposição da Justiça.

Este vídeo pode te interessar

A Gazeta integra o

Saiba mais
Espírito Santo Marechal Floriano Polícia Civil espírito santo estupro estupro de vulnerável

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.