ASSINE

Mulher é morta a tiro em quintal de casa em Santa Teresa

Uma testemunha relatou à PM que o ex-companheiro da vítima seria o autor do disparo. A Polícia Civil afirmou que o caso é tratado como feminicídio e a investigação segue em andamento na delegacia do município

Linhares
Publicado em 19/07/2021 às 11h25
Delegacia de Santa Teresa
Delegacia de Santa Teresa. Crédito: Governo do ES

Uma mulher, identificada como Clementina Jastrow, 49 anos, foi assassinada com um tiro na manhã de domingo (18) em Alto Santo Antônio, Santa Teresa, no Noroeste do Espírito Santo. Uma testemunha relatou à Polícia Militar que estava com a mulher no quintal de uma residência quando, repentinamente, o ex-companheiro da vítima chegou armado e efetuou um disparo contra a vítima. A Polícia Civil afirmou que o caso é tratado como feminicídio e a investigação segue em andamento na delegacia do município.

Fontes da polícia confirmaram para a reportagem que o ex-companheiro da vítima, identificado como Jovair Tassinari, 42 anos, é considerado suspeito do crime. Segundo o relato da testemunha, a mulher ainda tentou correr, mas caiu e veio a óbito. De acordo com a Polícia Militar, o atual marido da vítima é o irmão do autor do fato. À PM, ele disse que seu irmão tem uma filha de 18 anos com a vítima e que a mulher havia entrado na Justiça para receber pensão alimentícia, que estava em atraso, e que há poucos dias havia ganho a ação. Segundo a PM, o homem não foi encontrado após o crime.

No entanto, no final da tarde desta segunda-feira (19), por nota, a Polícia Civil informou que "o suspeito se apresentou assistido por advogados, viabilizou a entrega da arma de fogo usada na prática do crime, confessou o homicídio, mas por não estar em situação flagrancial não foi encarcerado". O caso é tratado como feminicídio e as investigações continuam na Delegacia de Polícia de Santa Teresa.

"Todas as informações que chegam ao conhecimento da polícia são apuradas e, por meio do Disque-Denúncia 181, a população pode contribuir de forma anônima para o trabalho da Polícia Civil, que também tem um site onde é possível anexar imagens e vídeos de ações criminosas, o disquedenuncia181.es.gov.br. O anonimato é garantido e todas as informações são investigadas.", destacou a PC.

Atualização

19 de Julho de 2021 às 19:30

Após a publicação desta matéria, a Polícia Civil enviou nota informando que o suspeito do crime se apresentou à polícia. As informações foram inseridas no texto.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.