ASSINE

Motorista de app é preso suspeito de sequestro e extorsão em Vila Velha

Vítima pediu a corrida para sair de um supermercado e ir para casa; ao entrar no veículo, o suspeito desviou o caminho e a vítima enviou áudio de socorro para a filha

Publicado em 12/08/2021 às 20h51
Atualizado em 13/08/2021 às 19h24
Policia Civil
O caso está sob investigação da Delegacia Anti-Sequestro (DAS), que realizou a detenção do suspeito. Crédito: Ricardo Medeiros

Suspeito de extorsão por meio do sequestro de uma cliente, um motorista de aplicativo foi preso temporariamente na última terça-feira (10). Ele é investigado pelo crime, que aconteceu em junho deste ano, no bairro Vale Encantado, em Vila Velha. A vítima é uma mulher de 59 anos. O nome do detido não foi revelado pela polícia.

A prisão foi divulgada pela Polícia Civil na noite desta quinta-feira (12). Desde o ocorrido, o caso está sob investigação da Delegacia Anti-Sequestro (DAS), que realizou a detenção. Outras informações serão passadas em uma coletiva de imprensa marcada para acontecer na manhã desta sexta-feira (13).

RELEMBRE O CASO

A mulher de 59 anos desapareceu na noite de 16 de junho deste ano, após pedir um carro via aplicativo na saída de um supermercado. Após entrar no veículo, ela mandou uma mensagem de áudio para filha, informando que o motorista estava seguindo para um destino diferente do combinado. Ouça:

A jovem contou que a mãe havia solicitado a corrida para voltar para a casa, que fica no mesmo bairro do supermercado, um trajeto que, normalmente, duraria cerca de dez minutos. Assim que ouviu a gravação, a filha acionou a Polícia Militar.

Ela também esteve na Delegacia Regional de Vila Velha para registrar a ocorrência. “O celular da minha mãe estava ligado. As mensagens eram visualizadas, mas ela não respondia nem atendia”, desabafou a filha única, antes de a mãe ser encontrada, por volta das 5h50 do dia seguinte.

Naquela manhã de alívio, familiares da mulher contaram que ela havia chegado em casa, em estado de choque, depois de ter sofrido diversas ameaças. 

O QUE DISSE A 99

Em nota, a 99 lamentou profundamente o caso e garantiu que o motorista já foi banido do aplicativo. "Assim que tomamos conhecimento, realizamos a suspensão dele e mobilizamos uma equipe que esta tentando contato para oferecer o suporte necessário à vítima", informou.

A empresa também disse que "acompanha a avaliação de qualidade dos condutores e promove as medidas cabíveis em caso de comportamentos que violem as políticas de uso". Assim como afirmou que existe um protocolo rígido para admissão, inclusive com checagem de antecedentes criminais.

Atualização

13 de Agosto de 2021 às 19:23

A 99 enviou uma nova nota sobre o caso e disse que o motorista foi suspenso do aplicativo assim que soube da denúncia, em junho.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.