ASSINE

Moradores têm mais um dia de tensão em tiroteio em Andorinhas

Policiais militares realizavam patrulhamento na região de Andorinhas, em Vitória, quando ouviram os disparos de arma de fogo na manhã desta sexta-feira (30)

Publicado em 30/04/2021 às 20h01
Abril foi de disputa de
Sequência de tiros foi ouvida na região e assustou moradores. Crédito: Reprodução | TV Gazeta

O bairro de Andorinhas, em Vitória, foi marcado pela disputa pelo tráfico de drogas neste mês de abril, com bandidos ostentando armas pesadas e fazendo ameaças pela internet, tiroteios e a população vivendo sob o terror. No início da tarde desta sexta-feira (30), não foi diferente.  Uma sequência de tiros foi ouvida na região e assustou moradores. Policiais militares realizavam patrulhamento no local quando ouviram os disparos de arma de fogo.

Em imagens enviadas para a TV Gazeta, é possível ver que bandidos armados aparecem dentro de um veículo, circulando pelo bairro. Em outra imagem, alunos e praticantes de atletismo que treinavam na pista da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), nesta manhã, tiveram que deitar para não serem atingidos pelos disparos vindos da região de Andorinhas. 

Acionada pela reportagem de A Gazeta, a PM disse que foi realizado patrulhamento ostensivo na região na tentativa de encontrar algum suspeito, mas nenhum indivíduo foi localizado e não há relatos sobre feridos. Por fim, a PM garantiu que o policiamento foi reforçado no bairro, inclusive com o apoio da Força Tática.

À reportagem da TV Gazeta, o comandante da 6ª Companhia do 1º Batalhão da Polícia Militar, capitão Arpini, afirmou que Andorinhas é uma área de conflito e, supostamente, foi pela ausência de uma liderança do tráfico de drogas que os últimos tiroteios aconteceram. "Essa lacuna no poder pode ter influenciado para que a região sofresse ataque de outras fações", disse.

O comandante da 6ª Companhia do 1º Batalhão da Polícia Militar, capitão Arpini
O comandante da 6ª Companhia do 1º Batalhão da Polícia Militar, capitão Arpini. Crédito: Tiago Félix | TV Gazeta

A TV Gazeta esteve no bairro e conversou com moradores e comerciantes, que relataram que foram ameaçados por criminosos da região. Eles disseram que receberam ligações de traficantes para pagar a fiança do chefe do tráfico do bairro, que foi preso na última terça-feira (27).

"De fato a polícia recebeu um chamado pela manhã. Frisamos que a PM está atuando na região. Nos informaram que grupos criminosos estão tentando extorquir os comerciantes. A orientação que a polícia passa é de que as pessoas não colaborem com qualquer prática delituosa. Pedimos a colaboração no sentido de nos municiar de informações para atuarmos no local. Nos colocamos a disposição para oferecer a segurança para morador do bairro Andorinhas", finalizou.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.