ASSINE

Menino de dois anos é atingido por bala perdida em São Gabriel da Palha

A criança foi baleada na manhã deste domingo (13) no bairro Gustavo Boni e foi socorrida para um hospital em Colatina. Policiais militares realizam buscas para tentar localizar o responsável pelo disparo

Publicado em 13/12/2020 às 13h52
Atualizado em 13/12/2020 às 15h33
Segurança - Policial militar
Policial Militar: PMs fazem buscas para tentar localizar o responsável pelo disparo. Crédito: Carlos Alberto Silva

Um menino de dois anos foi atingido por uma bala perdida na cabeça enquanto brincava no quintal de casa no bairro Gustavo Boni, em São Gabriel da Palha, região Noroeste do Estado, na manhã deste domingo (13).  

De acordo informações da Polícia Militar, o menino foi baleado enquanto dois homens discutiam por causa de um chapéu. A criança foi levada para uma unidade hospitalar do município e depois foi transferida em estado grave para um hospital de Colatina.

Os militares foram acionados para atender uma ocorrência de tentativa de homicídio. Ao chegarem no endereço indicado na denúncia, foram informados por moradores que o suspeito e a vítima se desentenderam em um bar. 

As testemunhas contaram aos PMs que a vítima havia pegado um chapéu emprestado com um amigo do suspeito e não teria devolvido, pois teria perdido o adereço. Na manhã deste domingo, o suspeito foi cobrar o valor do item. 

A vítima não concordou com o preço. O suspeito então foi embora e retornou ao estabelecimento armado e atirou contra o suspeito. Um dos tiros atingiu a cabeça da criança, que estava no quintal de casa. A bala acertou a nuca da criança e ficou alojada na cabeça.

O atirador foi contido por clientes do bar, mas mesmo ssim conseguiu atirar novamente contra a vítima. Não há informações se o alvo foi atingido.  O suspeito fugiu em um Fiat Uno branco. Ele já foi identificado e está sendo procurado pela polícia.

A Polícia Civil informou que o caso seguirá sob investigação da Delegacia de Polícia de São Gabriel da Palha, e até o momento nenhum suspeito foi detido. A Polícia Civil ressalta ainda a importância da contribuição da população, via Disque-Denúncia 181. 

"As informações são fundamentais para auxiliar a polícia e o anonimato é totalmente garantido. As informações ao DD ainda podem ser enviadas via redes sociais e pelo App 190 ES, gerando ainda mais discrição, visto que o cidadão não precisa telefonar para repassar as informações", diz a nota enviada pela Corporação.

Atualização

13 de Dezembro de 2020 às 15:05

A Polícia Militar enviou novas informações sobre o caso às 14h42 deste domingo (13). Os dados detalhavam a dinâmica do crime. A reportagem foi atualizada.

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.