ASSINE

Jovem relata as últimas palavras de mãe e irmã assassinadas no ES

Crime ocorreu em Marataízes, Litoral Sul do Espírito Santo; na publicação, a filha conta que a mãe lutava para sair de um relacionamento abusivo

Linhares
Publicado em 16/09/2021 às 10h28
Charlene de Lemes Gonçalves, de 40 anos. Crédito: Reprodução redes sociais
Charlene de Lemes Gonçalves, de 40 anos. Crédito: Reprodução redes sociais

Após ter a mãe e a irmã assassinadas nesta quarta-feira (15), uma das filhas da mulher desabafou nas redes sociais: “Perdi a minha família”. Ela também contou como foram os últimos momentos de vida da mãe e da irmã dela. O crime ocorreu em Marataízes, no Litoral Sul do Espírito Santo. Segundo as investigações, Michael Prates Garcia é suspeito de matar a ex-companheira Charlene de Lemes Gonçalves, de 40 anos, e a filha dela, Ysaquiely Junia Gonçalves de Araújo, de 11 anos, a facadas. Ele foi preso em flagrante após o crime. 

Na publicação, a jovem relata que a mãe lutava para sair de um relacionamento abusivo. De acordo com o secretário de Defesa Social de Marataízes, Anderson Gouveia, o suspeito de ter cometido o crime vinha ameaçando Charlene desde a separação.

À reportagem da TV Gazeta Sul, o delegado Edson Lopes Júnior afirmou que o crime trata-se de um caso de violência doméstica e que Michael não aceitava o fim do relacionamento.

“Ele não aceitava o fim do relacionamento. Na data de ontem, ele foi até a casa da vítima, pulou o muro, com uma faca de aproximadamente 40 centímetros de lâmina, e partiu para cima da vítima, com a intenção clara e evidente de ceifar a vida da vítima. A filha entrou na frente para tentar defender a mãe, e esse canalha não teve piedade sequer dessa criança, passando a golpear ela também”, contou o delegado.

ÚLTIMAS PALAVRAS DE MÃE E FILHA

No texto, a filha sobrevivente conta que viu a mãe morrer ao seu lado e que, em suas últimas palavras, a mãe pediu para ela se cuidar e afirmou que a amava.

"Eu vi a minha mãe morrer ao meu lado, lutava para sair de um relacionamento abusivo e vocês não têm noção de como a minha irmãzinha foi guerreira. Morreu por tentar salvar a nossa mãe e dizia: 'eu tô bem, salva a mamãe, irmã, eu amo você'. E vocês não sabem o quanto a minha mãe tentou viver, mesmo toda esfaqueada", relatou.

A jovem também citou as últimas palavras da mãe antes de falecer.

Filha que perdeu mãe e irmã

Relato em rede social 

"Se cuida, eu amo vocês. Exatamente nesse momento em que eu vi ela (a mãe) me deixando pra sempre"

O CASO

Michael Prates Garcia, de 31 anos, foi preso em flagrante suspeito de matar a ex-companheira e a filha dela. O crime ocorreu na noite desta quarta-feira (15), no bairro Filemón Tenório. A informação foi confirmada pelo secretário de Defesa Social do município, Anderson Gouveia, à reportagem de A Gazeta.

Segundo Gouveia, o homem foi preso em flagrante pela Guarda Municipal de Marataízes, levado para a 7ª Delegacia Regional de Itapemirim, e encaminhado ao sistema penitenciário.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.