ASSINE

Jovem que matou os pais em Itapuã estava em tratamento psiquiátrico, diz família

Segundo familiar, Guilherme Heringer Cesar, de 22 anos, estava passando por "sérios distúrbios mentais" durante a pandemia e em tratamento com profissionais qualificados. Ele assassinou os pais e tirou a própria vida na madrugada desa quarta-feira (4)

Publicado em 05/08/2021 às 12h14
Guilherme Heringer Cesar é suspeito de matar os pais e depois tirar a própria vida em Vila Velha
Guilherme Heringer Cesar é suspeito de matar os pais em Vila Velha. Crédito: Reprodução | Instagram @guiheringerc

O jovem Guilherme Heringer Cesar, 22 anos, que matou os pais a facadas no bairro Itapuã, Vila Velha, e, em seguida, tirou a própria vida na madrugada desta quarta-feira (4), estava em tratamento psiquiátrico. A informação foi passada por uma pessoa da família.

Segundo o familiar, Guilherme, que era estudante de Medicina, passava por “sérios distúrbios mentais” durante a pandemia da Covid-19 e estava em tratamento com profissionais qualificados.

O crime vitimou o médico urologista Paulo de Oliveira Cesar, de 68 anos, que também atuava como pastor da Igreja Missão Praia da Costa, e a esposa dele, Raquel Heringer Cesar, 61, e está sendo investigado pela Divisão Especializada de Homicídios e Proteção à Mulher (DHPM).

Segundo a Polícia Civil, o caso foi registrado como duplo homicídio com uso de arma branca e foi encaminhado para a DHPM porque uma das vítimas era do sexo feminino. A polícia disse ainda que a arma utilizada no crime e um notebook do suspeito foram apreendidos e encaminhados à perícia.

Médico urologista Paulo Oliveira Cesar, que também é pastor da Missão,  e a esposa, Raquel Heringer Cesar foram encontrados mortos em apartamento em Vila Velha
Médico urologista Paulo Oliveira Cesar, que também é pastor da Missão, e a esposa, Raquel Heringer Cesar foram encontrados mortos em apartamento em Vila Velha. Crédito: Reprodução/TV Gazeta

FAMILIARES PRESTARAM DEPOIMENTO

Nesta quarta-feira, familiares estiveram no Departamento Especializado de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e prestaram depoimento. Segundo a Polícia Civil, os corpos foram encaminhados para o Departamento Médico Legal (DML) de Vitória e ainda aguardam a liberação para ser feito o exame cadavérico. 

POSSÍVEL SURTO PSICÓTICO

A cena encontrada pela polícia, na avaliação do médico psiquiatra e presidente da Associação de Psiquiatria do Espírito Santo (Apes), Valdir Campos, aponta para um possível surto psicótico, casos comuns em pacientes que convivem com transtornos psiquiátricos, como a esquizofrenia, e que também podem ser motivados pelo uso de drogas.

“A princípio, parece que foi um surto psicótico com uma construção delirante daquilo que ele tinha vivência, que era a cultura e valores religiosos. O surto leva a pessoa a perder a noção da realidade e ter uma alteração da percepção relacionada aos cinco sentidos. O mais comum é uma alucinação auditiva, como parece ter acontecido com ele, em que a pessoa escuta vozes de comando”, explica o psiquiatra.

O médico disse ainda que psicopatologias têm causas multifatoriais, como componentes genéticos, psicossociais e biológicos. “Estudos apontam que pacientes com psicoses têm o comprometimento do sistema límbico, responsável pelas emoções e comportamentos sociais. Dessa forma, há perda na vida sócio familiar e um empobrecimento da afetividade, causando um certo desligamento das pessoas ao redor de forma geral”, acrescenta Campo.

Segundo ele, o tratamento para pessoas com doenças mentais é feito com substâncias medicamentosas. “Na psiquiatria é comum os pacientes terem alterações de comportamentos, possíveis de tratamento. No entanto, o que acontece, na maioria dos casos, é a pessoa interromper o tratamento por conta própria, o que pode levar a surtos. Não podemos afirmar que isso aconteceu com o jovem Guilherme, mas vale destacar que, do ponto de vista da psiquiatria, não é um caso isolado”, finaliza Valdir Campos.

ENTENDA O CASO 

Paulo, de 68 anos, foi encontrado com a esposa Raquel, 61, no apartamento da família em Itapuã, em Vila Velha, na manhã desta quarta-feira. Eles foram mortos a facadas pelo filho Guilherme que, após o crime, ligou para um familiar, contou o que havia acontecido e disse que tiraria a própria vida. Médica residente no Canadá, a irmã do jovem está a caminho do Brasil após ser informada sobre a tragédia.

Relatos dos policiais que realizaram a perícia indicaram que antes do crime houve uma espécie de ritual no apartamento. Em diversos cômodos do imóvel havia o número 666 pintado em vermelho, em alusão à besta do apocalipse. Além disso, cruzes invertidas estavam em paredes e espelhos. Na sala, uma mensagem dizendo que o "diabo desceu até vós e pouco tempo lhe resta".

Frases e símbolos: imagens mostram cenário de crime em Vila Velha

Crime em família: imagens mostram cenas de ritual satânico em Vila Velha
Crime em família: imagens mostram cenário de crime em Vila Velha. Reprodução / TV Gazeta
Crime em família: imagens mostram cenas de ritual satânico em Vila Velha
Crime em família: imagens mostram cenário de crime em Vila Velha. Reprodução / TV Gazeta
Crime em família: imagens mostram cenas de ritual satânico em Vila Velha
Crime em família: imagens mostram cenário de crime em Vila Velha. Reprodução / TV Gazeta
Crime em família: imagens mostram cenas de ritual satânico em Vila Velha
Crime em família: imagens mostram cenário de crime em Vila Velha. Reprodução / TV Gazeta
Crime em família: imagens mostram cenas de ritual satânico em Vila Velha
Imagens mostram cenário de crime em Vila Velha. Reprodução / TV Gazeta
Crime em família: imagens mostram cenas de ritual satânico em Vila Velha
Imagens mostram cenário de crime em Vila Velha. Reprodução / TV Gazeta
Crime em família: imagens mostram cenas de ritual satânico em Vila Velha
Imagens mostram cenário de crime em Vila Velha. Reprodução / TV Gazeta
Crime em família: imagens mostram cenas de ritual satânico em Vila Velha
Imagens mostram cenário de crime em Vila Velha. Reprodução / TV Gazeta
Crime em família: imagens mostram cenas de ritual satânico em Vila Velha
Imagens mostram cenário de crime em Vila Velha. Reprodução / TV Gazeta
Crime em família: imagens mostram cenas de ritual satânico em Vila Velha
Imagens mostram cenário de crime em Vila Velha. Reprodução / TV Gazeta
Crime em família: imagens mostram cenas de ritual satânico em Vila Velha
Imagens mostram cenário de crime em Vila Velha. Reprodução / TV Gazeta
Crime em família: imagens mostram cenas de ritual satânico em Vila Velha
Imagens mostram cenário de crime em Vila Velha. Reprodução / TV Gazeta
Crime em família: imagens mostram cenas de ritual satânico em Vila Velha
Imagens mostram cenário de crime em Vila Velha. Reprodução / TV Gazeta
Crime em família: imagens mostram cenas de ritual satânico em Vila Velha
Imagens mostram cenário de crime em Vila Velha. Reprodução / TV Gazeta
Crime em família: imagens mostram cenas de ritual satânico em Vila Velha
Imagens mostram cenário de crime em Vila Velha. Reprodução / TV Gazeta
Crime em família: imagens mostram cenas de ritual satânico em Vila Velha
Imagens mostram cenário de crime em Vila Velha. Reprodução / TV Gazeta
Crime em família: imagens mostram cenas de ritual satânico em Vila Velha
Imagens mostram cenário de crime em Vila Velha. Reprodução / TV Gazeta
Crime em família: imagens mostram cenas de ritual satânico em Vila Velha
Imagens mostram cenário de crime em Vila Velha. Reprodução / TV Gazeta
Imagens mostram cenário de crime em Vila Velha
Imagens mostram cenário de crime em Vila Velha
Imagens mostram cenário de crime em Vila Velha
Imagens mostram cenário de crime em Vila Velha
Imagens mostram cenário de crime em Vila Velha
Imagens mostram cenário de crime em Vila Velha
Imagens mostram cenário de crime em Vila Velha
Imagens mostram cenário de crime em Vila Velha
Imagens mostram cenário de crime em Vila Velha
Imagens mostram cenário de crime em Vila Velha
Imagens mostram cenário de crime em Vila Velha
Imagens mostram cenário de crime em Vila Velha
Imagens mostram cenário de crime em Vila Velha
Imagens mostram cenário de crime em Vila Velha
Imagens mostram cenário de crime em Vila Velha
Imagens mostram cenário de crime em Vila Velha
Imagens mostram cenário de crime em Vila Velha
Imagens mostram cenário de crime em Vila Velha

Nas redes sociais, amigos de Guilherme, que era estudante de Medicina, mostravam-se surpresos com o crime e pediam respeito à memória do jovem e de sua família. Vizinhos do apartamento onde a tragédia ocorreu contaram que a família era tranquila e não demonstrava nenhum comportamento anormal, inclusive o universitário.

Este vídeo pode te interessar

A Gazeta integra o

Saiba mais

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.