ASSINE

Jovem baleado com um tiro no peito morre em hospital de Vitória

Após levar o tiro, Jorge Henrique, de 24 anos, conseguiu descer a escadaria do morro e pedir ajuda. Ele foi levado para o hospital, mas não resistiu

Publicado em 08/10/2020 às 14h03
Jovem foi morto com um tiro no peito, no Morro da Engenharia, em Vitória
Jovem foi morto com um tiro no peito, no Morro da Engenharia, em Vitória. Crédito: Reprodução / TV Gazeta

Um jovem de 24 anos morreu após levar um tiro no peito, na madrugada desta quinta-feira (8), no Morro da Engenharia, em Vitória. Jorge Henrique dos Santos Feliciano perdeu a vida com um único tiro. A polícia ainda não sabe qual seria a real motivação do crime.

De acordo com informações da TV Gazeta, mesmo baleado, Jorge Henrique conseguiu descer as escadas e pedir ajuda. Ele foi socorrido e levado o Hospital Estadual de Urgência e Emergência, mas não resistiu ao ferimento. 

A polícia não descarta a possibilidade de o rapaz ter sido assassinado por causa de uma briga de família ou que a morte dele tenha alguma relação com o tráfico de drogas. Em nota à TV Gazeta, a polícia informou que ninguém foi preso pelo crime.

PRESO NA OPERAÇÃO CAIM MOSTROU LOCAL DO CRIME

Na manhã desta quinta-feira (8), um homem preso na Operação Caim foi levado pela polícia até o Morro da Engenharia. Foi ele quem mostrou para os policiais o local exato onde o Jorge Henrique havia sido baleado. Apesar disso, ainda não é possível afirmar que esse homem tenha relação com o crime.

A polícia disse, em nota, que ninguém soube informar sobre a autoria e a motivação do crime. O caso está sendo investigado pela Delegacia de Homicídios de Vitória.

Até o final da manhã, o corpo de Jorge Henrique ainda estava no hospital e seria levado para o Departamento Médico Legal de Vitória para ser liberado pela família.

OPERAÇÃO CAIM

A 10ª fase da operação Caim foi deflagrada na manhã desta quinta-feira (8), com o objetivo de combater o tráfico de drogas e homicídios. Durante os últimos quatro meses, a Caim realizou nove fases, que resultaram na detenção de 327 pessoas, além da apreensão de 82 armas, 2.010 munições, 13 veículos, drogas e mais de R$ 88 mil em espécie.

Com informações de André Falcão, da TV Gazeta

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.