ASSINE

Homem morre após ser baleado e jogado de barranco na Serra

A polícia encontrou o homem, que estava em um local de difícil acesso, após ver rastros de sangue no chão; ele chegou a ser socorrido e levado a um hospital, mas não resistiu

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 21/09/2021 às 08h02
Hospital Estadual de Urgência e Emergência, (São Lucas), em Vitória
Homem chegou a ser socorrido para o Hospital Estadual de Urgência e Emergência, em Vitória, mas não resistiu. Crédito: Fernando Madeira

Um homem de 35 anos morreu após ser baleado e jogado de um barranco na noite desta segunda-feira (20) no bairro Nova Carapina, na Serra. Ele chegou a ser socorrido e levado para o Hospital Estadual de Urgência e Emergência (HEUE) de Vitória, mas não resistiu aos ferimentos. 

Os policiais militares foram acionados por uma pessoa que disse ter ouvido vários disparos e que um homem teria sido baleado. Chegando até o local, os policiais, a princípio, não encontraram o corpo, mas viram rastros de sangue no chão e conseguiram ver o homem no meio do barranco.

Segundo a polícia, era um local de difícil acesso e, por isso, o Samu e o Corpo de Bombeiros foram acionados para auxiliar no resgate. O homem, de acordo com a PM, tinha muita dificuldade para falar e conseguir apenas dizer seu nome, Wesley Wanderlei da Silva Batista, não sabendo informar a motivação do crime.

As equipes médicas do Samu encontraram cinco perfurações de balas na vítima, sendo três no peito, uma nas costas e uma no braço esquerdo. Ele foi levado ao Hospital Estadual de Urgência e Emergência (HEUE) de Vitória, mas acabou morrendo.

O QUE DIZ A POLÍCIA CIVIL

Demandada pela reportagem de A Gazeta, a Polícia Civil informou que o caso será investigado pela Divisão Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Serra. Até o momento, conforme a corporação, nenhum suspeito foi preso e mais informações não serão repassadas.

A polícia confirmou o óbito do homem no hospital e disse que o corpo da vítima foi levado para o Departamento Médico Legal (CML) de Vitória, onde será liberado para a família e será feito o exame cadavérico.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.