ASSINE

Homem mata mulher com facada no peito dentro de casa em Colatina

Adolescente de 17 anos, filho do homem que desferiu o golpe, estava na residência e viu quando o pai pegou a faca e matou a madrasta

Tempo de leitura: 3min
Linhares
Publicado em 17/05/2022 às 09h38
Aureo matou Analine com golpe de faca no peito
Aureo matou Analine com golpe de faca no peito. Crédito: Reprodução/Redes Sociais

Uma mulher de 33 anos, identificada como Analine Francisco, foi morta na noite de segunda-feira (17), em Colatina, no Noroeste do Espírito Santo, com uma facada no peito dentro de casa. O companheiro dela, Aureo Monteiro Nunes Neto, de 51 anos, confessou para a Polícia Militar que cometeu o crime e disse que agiu por conta de uma briga. Ele está preso. O filho do homem, enteado da vítima, de 17 anos, estava perto e viu o que aconteceu.

Segundo informações da PM, a corporação recebeu uma denúncia de homicídio. No caminho ao local, os policiais se aproximaram de um carro, quando o motorista tentou fugir com o veículo. Estavam no automóvel o homem e o filho. O jovem relatou para a polícia que viu quando o pai pegou uma faca e desferiu a facada na madrasta.

Aureo disse para a polícia que entrou em uma discussão com a vítima e admitiu ter assassinado a mulher. Logo após matar a companheira, o indivíduo limpou o chão sujo de sangue com um pano.

A polícia foi até a casa e encontrou o corpo da mulher. A perícia esteve no local e o corpo da vítima foi encaminhado ao Serviço Médico Legal (SML) de Colatina para ser necropsiado e, posteriormente, liberado para os familiares. O companheiro foi detido e conduzido para a Delegacia Regional de Colatina. 

HISTÓRICO DE VIOLÊNCIA

Analine e Aureo mantiveram um relacionamento por cerca de três anos. Segundo Lorizete Pedro Francisco, mãe da vítima, ela orientou a filha a terminá-lo. “Eu dava conselhos para ela sair desse relacionamento. Ela já sabia muitas coisas dele. Ele é um tipo piscopata. Ele fazia as coisas com ela e queria fazer ela se sentir culpada por ele”, disse em entrevista ao repórter Cristian Miranda, da TV Gazeta Noroeste.

Segundo a família,  no ano passado, Aureo a agrediu em um espaço público. Ela foi vítima novamente do homem em uma outra ocasião. “A gente tem fotos disso provando. Eu tentei fazer o boletim de ocorrência, mas ela não quis. Depois disso, ela voltou com ele e foi agredida novamente. Tentei de novo e ela não quis. Agora acontece isso”, falou Lucas Francisco, que é irmão de Analine.

Analine, com o rosto ferido, na última vez que foi agredida
Analine, com o rosto ferido, na última vez que foi agredida. Crédito: Reprodução

Para a família, fica a saudade. "Ela era uma pessoa muito especial, muito querida", disse Lorizete. 

PRESO E AUTUADO POR FEMINICÍDIO 

A reportagem de A Gazeta solicitou mais informações à Polícia Civil sobre o crime.  Em nota, a PC informou que o suspeito foi autuado em flagrante por homicídio qualificado por motivo fútil, contra a mulher por razões da condição de sexo feminino (feminicídio). Ele foi encaminhado na manhã desta terça ao Centro de Detenção Provisória (CDP) de Colatina. Em depoimento, o suspeito confessou o crime, e alegou que a motivação foi por ciúmes.

Com informações de Cristian Miranda, da TV Gazeta Noroeste

Este vídeo pode te interessar

A Gazeta integra o

Saiba mais

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.