ASSINE

Homem é suspeito de matar o próprio irmão em Barra de São Francisco

A ocorrência foi registrada na tarde desta terça-feira (15), em Cachoeirinha de Itaúnas, zona rural do município. A Polícia Militar foi ao local e confirmou o óbito

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 15/06/2021 às 18h21
Atualizado em 16/06/2021 às 11h50
Barra de São Francisco, no Noroeste do ES, uma das cidades que foi o epicentro da variante inglesa da Covid no Estado
A ocorrência foi registrada em Cachoeirinha de Itaúnas, Zona Rural de Barra de São Francisco, no Noroeste do ES. Crédito: Divulgação

Um homem morreu após ter sido atingido por disparos de arma de fogo, que teriam sido efetuados pelo próprio irmão, no Noroeste do Espírito Santo. A ocorrência foi registrada por volta das 13h20 desta terça-feira (15), em Cachoeirinha de Itaúnas, zona rural de Barra de São Francisco. A Polícia Militar foi ao local e confirmou o óbito. A identidade do homem morto não foi divulgada.

"A Polícia Militar foi acionada para verificar a informação que no local havia um homem caído, ferido por disparos de arma de fogo, que teriam sido realizados pelo seu irmão. O óbito foi confirmado no local do fato e a perícia foi acionada", diz a nota da PM.

Segundo a Polícia Militar, o suspeito de atirar não foi localizado.

Em conversa com a reportagem de A Gazeta nesta quarta-feira (16), o titular da 14ª Delegacia Regional de Barra de São Francisco, delegado Leonardo  Forattini,  disse que o irmão da vítima é suspeito de cometer o crime e afirmou que representações estão sendo feitas para que a prisão dele ocorra.

Por meio de nota, a Polícia Civil afirmou que o caso seguirá sob investigação da Delegacia Regional de Barra de São Francisco e, até o momento, nenhum suspeito foi detido.

O corpo da vítima foi encaminhado para o Serviço Médico Legal (SML) de Colatina, para ser liberado para os familiares e para ser feito o exame cadavérico, que apontará a causa da morte.

Atualização

16 de Junho de 2021 às 11:45

Após a publicação da reportagem, na manhã desta quarta-feira (16), o delegado que investiga o caso reforçou que o irmão da vítima é suspeito de cometer o crime. A Polícia Civil também enviou nova nota sobre o caso. O texto foi atualizado. 

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.