ASSINE

Grupo é preso "pescando" dinheiro de caixas eletrônicos em banco de Cachoeiro

Antes de serem presos, os criminosos cometeram furtos em pelo menos outras quatro agências de Vitória e Vila Velha

Publicado em 20/09/2021 às 06h35
Criminosos foram presos em flagrante pescando dinheiro de caixas eletrônicos na agência da Caixa
Criminosos foram presos em flagrante pescando dinheiro de caixas eletrônicos na agência da Caixa. Crédito: Reprodução/Google Street View

Dois homens e duas mulheres foram presos em flagrante pela Polícia Militar quando furtavam dinheiro de caixas eletrônicos em uma agência da Caixa Econômica Federal em Cachoeiro de Itapemirim, no Sul do Espírito Santo. A prisão foi realizada no último sábado (18).

A Polícia Federal, por meio da Delegacia de Repressão aos Crimes Patrimoniais, teve notícia de uma série de furtos semelhantes em outras agências em Vitória e Vila Velha, nos dias anteriores e, juntamente com a área de segurança da Caixa Econômica, conseguiu identificar o grupo que, no entanto, já havia deixado a Capital.

Acionada, a Polícia Rodoviária Federal conseguiu identificar o veículo que o grupo estava utilizando e, a partir dessa informação, foi possível localizar os criminosos dentro da agência bancária no sul do Estado praticando novos furtos.

Polícia Militar e Guarda Civil Municipal prenderam os bandidos
Polícia Militar e Guarda Civil Municipal prenderam os bandidos. Crédito: Guarda Civil Municipal

A Polícia Militar, então, efetuou a prisão sem nenhuma resistência por parte dos acusados. Foram encontrados com eles os valores dos furtos cometidos anteriormente em pelos menos outras quatro agências, além dos apetrechos utilizados para cometer os crimes.

Criminosos são presos em flagrante pescando dinheiro de agência

"PESCARIA"

Segundo a Polícia Federal, essa modalidade de furto é conhecida no meio criminoso como “pescaria”, pois os criminosos utilizam um ferramental próprio para penetrar os cofres dos caixas automáticos e retirar valores depositados em envelopes. Esse dispositivo mecânico é comumente chamado de “jacaré”.

Ainda de acordo com a PF, dois dos quatro detidos foram presos em flagrante, pelo mesmo crime, no dia 17 de junho deste ano, no Estado da Bahia.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.