ASSINE

Família e funcionários são feitos reféns em fazenda de Aracruz

Quatro suspeitos invadiram o local e levaram aproximadamente R$ 11 mil, que seriam utilizados para o pagamento de trabalhadores da propriedade.  É o segundo roubo em uma fazenda da região em pouco mais de uma semana

Rede Gazeta
Publicado em 02/05/2021 às 10h11
Município de Aracruz, Norte do ES
Município de Aracruz, Norte do ES: novo registro de roubo em fazenda da região. Crédito: Prefeitura de Aracruz

Uma família e cerca de 20 funcionários foram feitos reféns em uma fazenda localizada em Jacupemba, distrito de Aracruz, no Norte do Espírito Santo, na sexta-feira (30). Quatro suspeitos invadiram o local e levaram aproximadamente R$ 11 mil, que seriam utilizados para o pagamento de trabalhadores da propriedade. Esse é o segundo roubo em uma fazenda da região em pouco mais de uma semana.

De acordo com informações da Polícia Militar, por volta das 15 horas, quatro suspeitos surpreenderam a proprietária da fazenda, que estava perto de um secador de café. Eles reviraram a casa da família em busca de dinheiro, mas não encontraram.

Os suspeitos levaram a proprietária até a lavoura de café, onde trabalhavam o marido e o filho dela, além de aproximadamente 20 funcionários. Todos foram obrigados a se deitar no chão, enquanto o filho do casal passou a ser agredido com pranchadas de facão nas costas e na cabeça, segundo os relatos colhidos pela PM.

Ainda de acordo com a PM, um dos suspeitos chegou a colocar o cano de um revólver na boca do filho agredido, de 31 anos. Após a agressão, a vítima foi obrigada a entregar cerca de R$ 11 mil, que seriam utilizados para o pagamento de trabalhadores.

Os quatro suspeitos ainda levaram uma caminhonete da família, mas ela foi abandonada em uma estrada, onde outro carro aguardava por eles.

Por meio de nota, a Polícia Civil afirmou que "hoje não conseguimos apurar informações acerca do caso pois não há expediente nos cartórios das delegacias durante finais de semana" e ressaltou que "se houve formalização do registro e se não houve prisão em flagrante, o fato vai seguir sob investigação da Polícia Civil".

SEGUNDO ROUBO A FAZENDA EM UMA SEMANA

Esse é o segundo roubo em uma fazenda no período de pouco mais de uma semana em Aracruz. Na madrugada de quinta-feira (22), três irmãos e oito funcionários foram feitos reféns por oito horas, enquanto cerca de 10 suspeitos roubavam a propriedade localizada em Córrego Guaxima, também em Jacupemba. Foram levados equipamentos do local e sacas de café avaliadas em quase R$ 30 mil.

Após uma semana desse primeiro roubo, ninguém ainda foi detido. A Polícia Civil explicou que o caso segue sob investigação da Delegacia Especializada de Investigações Criminais (Deic) de Aracruz, que já iniciou diligências. “Até o momento nenhum suspeito foi detido e outras informações não serão repassadas para que a apuração dos fatos seja preservada”, afirmou a polícia. As vítimas já foram ouvidas pelo delegado responsável pelas investigações.

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.