ASSINE

Após uma semana de assalto a fazenda em Aracruz, ninguém foi preso

Na última quinta-feira (22), três irmãos e oito funcionários foram feitos reféns por cerca de oito horas, enquanto 10 suspeitos roubavam sacas de café, dinheiro, moto e equipamentos da propriedade

Rede Gazeta
Publicado em 29/04/2021 às 11h21
Sacas de Café foram levadas pelos ban
Fazenda onde aconteceu assalto em Aracruz. Crédito: Ariele Rui

Após uma semana desde o roubo a uma fazenda no interior de Aracruz, no Norte do Espírito Santo, nenhum dos envolvidos no crime foi preso. Na última quinta-feira (22), três irmãos e oito funcionários foram feitos reféns por cerca de oito horas, enquanto 10 suspeitos roubavam sacas de café, dinheiro, uma moto e equipamentos da propriedade.

De acordo com informações da Polícia Civil, desde o primeiro momento, a Delegacia Especializada de Investigações Criminais (Deic) de Aracruz realizou diligências e levantamentos para a apuração do fato. Até o momento, no entanto, nenhum suspeito foi detido.

A fazenda onde o roubo aconteceu está localizada no Córrego Guaxima, no distrito de Jacupemba, em Aracruz. Segundo a Polícia Militar, o local é de difícil acesso. Na última quinta, dez suspeitos invadiram a propriedade, fizeram os três irmãos donos da fazenda e mais oito funcionários reféns.

As vítimas ficaram trancadas em um galpão da fazenda e depois foram obrigadas a carregar as sacas de café do armazém para um caminhão da propriedade, posteriormente, para um caminhão-baú, que teria ficado estacionado a cerca de um quilômetro da sede da propriedade.

Segundo a PM, os suspeitos ainda tentaram levar um veículo, porém o carro atolou antes da saída da fazenda e não foi levado.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.