ASSINE

Ex-vereador de Vila Valério é preso suspeito de duplo homicídio

Além do duplo homicídio ocorrido em 2018, em Vila Valério, o homem ainda responde por outro assassinato, ocorrido em 2019, em São Gabriel da Palha

Linhares
Publicado em 14/09/2021 às 11h16
Atualizado em 14/09/2021 às 16h45
Ex-vereador Miguel dos Santos
Ex-vereador Miguel dos Santos foi preso na última sexta-feira (10). Crédito: Reprodução | Montagem A Gazeta

O ex-vereador e ex-secretário de Infraestrutura de Vila Valério, no Noroeste do Espírito Santo, Miguel dos Santos, de 38 anos, foi preso na última sexta-feira (10) suspeito de cometer um duplo homicídio no dia 31 de outubro de 2018. O crime ocorreu em Córrego Parajú, na zona rural do município, vitimando um menino de 10 anos e seu padrasto de 33.  Segundo a Polícia Civil, ele ainda responde por outro homicídio, ocorrido em 2019, em São Gabriel da Palha.

Os dois casos foram investigados pela Delegacia de Polícia de São Gabriel da Palha. Durante diligências do crime cometido em 2019, o duplo homicídio de 2018 acabou sendo elucidado, conforme explica o titular da DP de São Gabriel da Palha, delegado Rafael Caliman.

"Na época, nossas investigações apontavam que ele poderia estar envolvido no homicídio ocorrido em São Gabriel da Palha. Coletamos seu depoimento e acabamos apreendendo uma pistola que ele tinha. Ao cruzar informações dos dois inquéritos, vimos que a arma e a compleição física do investigado batiam com a descrição dada por testemunhas do crime em Vila Valério”, afirma.

Rafael Caliman

Titular da DP de São Gabriel da Palha

"Solicitei o laudo de comparação balística, que deu positivo: a arma entregue pelo ex-vereador, em 2019, tinha sido usada no duplo homicídio em 2018"

Ainda em 2019, o delegado representou pela prisão preventiva de Miguel dos Santos, pelo homicídio de São Gabriel da Palha. A ordem de prisão foi expedida pelo Poder Judiciário, mas nunca foi cumprida. O suspeito obteve, na Justiça, o direito de responder em liberdade, com a obrigatoriedade de se apresentar, mensalmente, no fórum da cidade.

PRISÃO NA ÚLTIMA SEXTA

Com o avanço das investigações, o delegado representou, novamente, pela prisão preventiva do investigado, desta vez pelo duplo homicídio ocorrido em Vila Valério, em 2018. Na última sexta-feira (10), ao comparecer no fórum, o ex-vereador foi abordado por policiais civis de São Gabriel da Palha e recebeu voz de prisão.

Os dois inquéritos já foram concluídos e remetidos ao Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES), que ofereceu denúncia nos dois casos. Segundo a Polícia Civil, a investigação não concluiu se houve relação entre os dois crimes e a motivação não foi esclarecida.

Secretaria de Estado da Justiça (Sejus) afirmou na tarde desta terça-feira (14) que Miguel dos Santos está no Centro de Detenção Provisória de São Domingos do Norte.

A reportagem de A Gazeta tenta contato com a defesa do ex-vereador e o texto será atualizado assim que houver posicionamento. 

MORTE DE CRIANÇA E PADRASTO EM 2018

No dia 31 de outubro de 2018, um menino de 10 anos e seu padrasto de 33 foram assassinados dentro de casa, em Córrego Parajú, em Vila Valério. Uma guarnição da Polícia Militar foi ao local e constatou que o homem, a criança e a mãe dela haviam sido alvos de disparos de arma de fogo. 

A mulher, que conseguiu pedir ajuda a um vizinho, declarou à polícia que seu marido estava na janela da cozinha e o filho assistia televisão na sala, quando foram efetuados disparos de arma de fogo do lado de fora casa, da porta da cozinha. O homem foi atingido e a criança, ao ir ao encontro do padrasto, também foi baleada.

HOMICÍDIO DE 2019

No dia 29 de junho de 2018, um carro teria parado à beira de uma estrada e um suspeito, de dentro do veículo, teria efetuado disparos contra o carro de um homem. O veículo da vítima foi encontrado com os faróis e motor ligados. A porta do motorista estava aberta e o vidro apresentava diversas marcas de disparos de arma de fogo.

Ao chegar ao local, a Polícia Militar se encontrou o homem vivo, ao lado do veículo. Ele relatou aos militares as características do atirador. Após o crime, a Justiça obteve conversas de WhatsApp entre o homem apontado como suspeito e Miguel dos Santos. A partir daí, o ex-vereador teve um mandado de prisão preventiva expedido em 22 de julho de 2019 e passou a ser considerado foragido.

Atualização

14 de Setembro de 2021 às 15:04

Após a publicação deste texto, a matéria foi atualizada com o nome e a foto do ex-vereador e ex-secretário de Infraestrutura de Vila Valério, Miguel dos Santos. Também foram inseridos no texto informações sobre os crimes pelos quais ele foi preso como suspeito.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.