ASSINE

Ex-servidor de Itapemirim é preso com arma, carro clonado e R$ 98 mil

Suspeito de 45 anos foi preso e, com ele, a polícia apreendeu um Jeep Renegade com documentação clonada, uma pistola 9 mm e cerca de R$ 98 mil em dinheiro nesta quinta (9)

Cachoeiro de Itapemirim / Rede Gazeta
Publicado em 10/09/2021 às 16h54
homem foi preso em Itapemirim, no Litoral Sul do Espírito Santo, na tarde desta quinta-feira (9) por crimes de porte ilegal de arma de fogo e receptação
Arma, dinheiro e carro clonado apreendidos com suspeito, que foi preso por porte ilegal de arma de fogo e receptação. Crédito: Divulgação/ PMES

Um ex-servidor da Prefeitura de Itapemirim, município no Litoral Sul do Espírito Santo, foi preso na tarde desta quinta-feira (9) pelos crimes de porte ilegal de arma de fogo e receptação. Com o suspeito de 45 anos, foi apreendido um Jeep Renegade com documentação clonada, uma pistola 9 mm, munições do mesmo calibre e cerca de R$ 98 mil em dinheiro. O nome dele não foi informado pela polícia.

Polícia Militar informou que chegou ao suspeito após receber denúncias anônimas indicando que o ex-servidor, que atuou na Secretaria Municipal de Esportes, utilizava veículos clonados para a prática de crimes.

O Jeep Renegade do suspeito foi encontrado no estacionamento de um supermercado de Itaipava, em Itapemirim. Enquanto a polícia verificava a placa do carro, o homem foi localizado com a esposa em uma caminhonete Toyota Hilux, em uma rodovia do município

Na abordagem ao casal, a polícia encontrou, em uma bolsa que estava com a mulher, 37 munições de pistola calibre 9 milímetros. Questionada, ela relatou que seu companheiro havia deixado com ela uma sacola e que não sabia o que havia dentro. Os policiais também encontraram R$ 9.846,00 em dinheiro no carro.

Já com o ex-servidor foi encontrado um Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) do Jeep Renegade com sinais de falsificação. O homem afirmou aos policiais que a munição encontrada com sua esposa era de sua propriedade. Segundo a PM, ele relatou ainda que tinha uma pistola 9 mm em seu sítio na localidade de Santo Amaro, no interior do município.

Na residência do casal, em outro endereço, foi encontrada uma quantia de R$ 89 mil em um cofre. Já no sítio, em Santo Amaro, a polícia apreendeu uma pistola 9 mm com dez munições.

Em nota, a Polícia Civil informou que o casal foi encaminhado à Delegacia Regional de Itapemirim. O ex-servidor de 45 anos assumiu toda a propriedade do material ilícito e foi autuado em flagrante pelos crimes de porte ilegal de arma de fogo e receptação. Ele foi encaminhado ao Centro de Detenção Provisória (CDP) de Marataízes. A mulher foi ouvida e liberada, após a autoridade policial entender que não haviam elementos suficientes para lavrar auto de prisão em flagrante naquele momento.

A Polícia Civil explicou que o caso seguirá sob investigação para ser apurada a origem do dinheiro e ressaltou que outras informações não podem ser repassadas. A PC destacou que a população pode auxiliar na investigação por meio do Disque-Denúncia, no telefone 181.

Já a Prefeitura de Itapemirim informou que o homem não figura mais no quadro administrativo do município desde o dia 3 de setembro deste ano. Em nota enviada à reportagem de A Gazeta, a administração municipal afirmou que a exoneração dele será publicada no Diário Oficial desta sexta-feira (10), com data retroativa.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.