ASSINE

Empresário é detido por desacato após acidente que destruiu Ferrari em Vitória

O motorista do superesportivo não foi encontrado no local do acidente. Um homem de 30 anos, que se apresentou como amigo dele, discutiu com militares e deu voz de prisão a um PM. Ele foi algemado e levado à delegacia

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 18/07/2021 às 11h57
Vitória
A Ferrari ficou completamente destruída no acidente ocorrido em Jardim da Penha. Crédito: Internauta

O acidente que destruiu uma Ferrari California e um Citroën C3 no bairro Jardim da Penha, em Vitória, na noite deste sábado (17), não teve feridos, mas resultou em uma pessoa detida por desacato à autoridade.

Populares que estiveram no local do acidente, ocorrido próximo ao acesso à Ponte Ayrton Senna, informaram que o condutor do superesportivo italiano havia deixado o local. De fato, o homem não foi encontrado pelos policiais que atenderam a ocorrência. Entretanto, um empresário de 30 anos se identificou como amigo do motorista e se envolveu em uma confusão com um dos policiais que fazia o registro do acidente. O nome dele não foi fornecido.

CARROS DESTRUÍDOS

Ferrari fica completamente destruída em acidente em Jardim da Penha

Apresentando sinais visíveis de embriaguez, ele discutiu com o policial e ainda deu "voz de prisão ao militar". Em nota, a PM explicou que o empresário também fez ameaças ao condutor do Citroën.

"Um homem, apontado como um dos amigos do motorista da Ferrari, estava muito alterado, com sinais de embriaguez, discutindo com o condutor do outro carro envolvido no fato e também fazendo ameaças. Ele também não respeitava às ordens das autoridades para se afastar do local do acidente e proferia palavras de baixo calão contra as equipes de segurança pública", diz a nota.

Vitória
A Ferrari e o C3 ficaram danificados após o acidente ocorrido na noite deste sábado (17). Crédito: Internauta

Em seguida, testemunhas que presenciaram o acidente informaram que o empresário estava deixando o local da colisão. Ao ser abordado por um militar, que solicitou que ele ficasse para o registro da ocorrência, o homem empurrou o PM.

 "Não concordando, o indivíduo, de forma agressiva, foi em direção ao militar, desobedecendo a orientação da equipe, para que se acalmasse e se afastasse. Por fim, o homem se aproximou do militar, dando voz de prisão, encostando no colete do PM e empurrando-o. O homem foi contido por outros policiais que presenciaram o fato, ele resistiu à abordagem e teve que ser algemado e conduzido à Delegacia Regional de Vitória", diz o trecho final da resposta da polícia.

R$ 1 milhão

Fabricada em 2012, a Ferrari ainda tem alto valor de mercado

Ao resistir à prisão, o amigo do motorista sofreu ferimentos no cotovelo e joelho esquerdos, e também em um dos dedos porque se debateu ao ser algemado.

NO LIXO

Com o fim da confusão e com o empresário detido, populares foram até os policiais e apontaram a localização da placa da Ferrari, que havia sido jogada dentro de uma lixeira nas imediações do local do acidente.

NA DELEGACIA

A Polícia Civil, por sua vez, informou que durante o atendimento da ocorrência o motorista não estava no local. Contudo, havia um homem de 30 anos, apontado como amigo do condutor, que foi encaminhado à Delegacia Regional de Vitória. Ele assinou um termo circunstanciado (TC) por desacato, e foi liberado após assumir o compromisso de comparecer em juízo.

O caso seguirá sob investigação da Delegacia Especializada em Delitos de Trânsito (DDT) e, para que a apuração seja preservada, nenhuma outra informação será repassada.

A PC destaca que a população pode auxiliar na investigação por meio do telefone 181. O Disque-Denúncia é uma ferramenta segura, onde não é necessário se identificar para denunciar. Todas as informações recebidas são investigadas. As informações ao Disque-Denúncia ainda podem ser enviadas por meio do site, onde é possível anexar imagens e vídeos de ações criminosas.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.