ASSINE

Disputa no tráfico em Cariacica motivou execução no Centro de Vitória

Maicon da Silva Conti foi preso no dia 25 de junho, após atirar e matar Lucas da Silva Martins e deixar duas mulheres feridas no dia 9 do mesmo mês, próximo à Praça Oito. O comparsa dele, que pilotava a moto, está foragido

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 05/08/2021 às 13h04
Polícia
Maicon da Silva Conti ( de branco) e João Vitor da Silva Souza estão envolvidos no crime ocorrido no Centro de Vitória. Crédito: Divulgação/Polícia Civil

Está preso um dos responsáveis pela morte de Lucas da Silva Martins, de 28 anos, ocorrida no dia 9 de junho deste ano, no Centro de Vitória, próximo à Praça Oito. Maicon da Silva Conti, o Maicão, foi detido no dia 25 do mesmo mês pela polícia. A polícia ainda busca por João Vitor Silva de Souza, que também participou da execução do rapaz. No corpo da vítima, a perícia identificou  11 perfurações.

Além do homicídio, a dupla — que estava de moto no crime — também feriu com disparos duas mulheres que estavam em uma fila na calçada do Escritório Social da Secretaria de Estado da Justiça (Sejus). Na manhã desta quinta-feira (5), o delegado Marcelo Cavalcanti, chefe da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Vitória, explicou a motivação do crime e contou que Maicon foi quem atirou, enquanto o comparsa pilotava a motocicleta.

"É um crime grave que a Polícia Civil, por meio da Divisão de Homicídios, conseguiu dar uma resposta rápida à sociedade, de um caso ocorrido em uma das ruas mais movimentadas da nossa Capital. Com menos de 60 dias, um dos indivíduos já preso e o outro foragido, mas já identificado. A motivação está ligada ao cenário de guerra do tráfico de drogas de Vitória, porém os autores e vítima são de Cariacica, onde há a disputa pelo comando", salientou.

Este vídeo pode te interessar

SEM ENVOLVIMENTO

Por acharem que Lucas tinha envolvimento em um crime ocorrido na região conhecida como Caixa D'água, no bairro Oriente, em Cariacica, Maicão e João Vitor executaram o rival. A vítima era da área do Morro do Quiabo, que fica na região de Porto Novo, no mesmo município. As investigações da DHPP da Capital não encontraram nada que relacionasse Lucas a algum crime.

Execução
Lucas da Silva Martins, 28 anos, morto no Centro de Vitória, nesta quarta-feira (9). Crédito: Reprodução

"O Lucas morou somente no território da Caixa D'água e, só por isso, eles tiraram a vida dele, porque ele tinha conhecimento da área e, na visão dos responsáveis pelo crime, poderia levar os rivais do (Morro do) Quiabo até lá. Mas em relação à participação no crime, nada foi confirmado de envolvimento da vítima", explicou.

As mulheres que foram feridas pela dupla também estavam na mesma fila que Lucas e não se feriram com gravidade. Por este motivo, os autores são réus no processo e foram indiciados por homicídio (Lucas) e dupla tentativa de homicídio (mulheres feridas).

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.