ASSINE

Criminosos invadem casa e matam homem em bairro de Linhares

Esposa da vítima relatou à PM que criminosos pularam o portão e entraram. Ela conseguiu se esconder com o filho na laje até que os indivíduos fossem embora

Tempo de leitura: 2min
Linhares
Publicado em 24/01/2022 às 12h32
16ª Delegacia de Linhares
A morte no bairro Rio Quartel é investigada pela Divisão Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Linhares. Crédito: Reprodução | TV Gazeta Norte

Um homem morreu baleado dentro de casa na madrugada desta segunda-feira (24) no bairro Rio Quartel, em Linhares, no Norte do Estado. A esposa da vítima também estava no imóvel, com o filho de três anos, e conseguiu se esconder junto da criança. Segundo ela, dois indivíduos armados entraram e atiraram contra o marido.

Quando a Polícia Militar chegou ao local, o homem já não tinha mais sinais vitais. Em relato aos policiais, a esposa disse que percebeu quando os criminosos pularam o portão da casa e agarrou o filho para subir em uma escada que dá acesso à laje da residência. Após o crime, notou que os indivíduos fugiram pelos fundos do terreno.

Polícia Civil informou que o caso é investigado pela Divisão Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Linhares. O corpo da vítima foi encaminhado para o Serviço Médico Legal (SML) de Linhares, para ser necropsiado e, posteriormente, liberado para os familiares.

A PC destaca que a população tem um papel importante nas investigações e pode contribuir com informações de forma anônima através do Disque-Denúncia 181.

OUTRO HOMICÍDIO EM LINHARES

Na tarde de sábado (22), um homem de 36 anos foi encontrado morto na calçada de uma rua no bairro Baixo Quartel. Segundo a PM, a vítima tinha bastante sangue na cabeça e saindo pela boca e havia um pedaço de madeira ao lado. Com sinais de vida, a polícia reforçou o pedido para o socorro.

O Serviço de Atendimento Móvel Único (Samu) fez os primeiros atendimentos, mas o homem veio a óbito por conta de um trauma cranioencefálico que evoluiu para uma parada cardiorrespiratória. O corpo dele foi levado para o Serviço Médico Legal (SML) de Linhares.

Segundo a PM, ninguém na rua soube informar quem seriam os suspeitos da agressão. A vítima morava na região há cinco meses. Em buscas no sistema, os policiais constataram que o homem tinha várias passagens por crimes de tráfico de drogas, homicídio e da Lei Maria da Penha.

*Com informações da TV Gazeta Norte

Este vídeo pode te interessar

A Gazeta integra o

Saiba mais

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.