ASSINE

Confronto termina com suspeito morto e PM ferido em Rio Novo do Sul

Homem foi atingido durante troca de tiros com militares na tarde desta quarta-feira (29) e morreu no local. Já o policial sofreu ferimentos na região da cabeça

Tempo de leitura: 2min
Publicado em 29/06/2022 às 18h33
Atualizado em 29/06/2022 às 19h10

Um confronto entre um homem e policiais militares terminou com o suspeito morto e um PM ferido no Centro de Rio Novo do Sul, no Sul do Estado, na tarde desta quarta-feira (29). 

Polícia Militar informou que o indivíduo morreu no local, após ser atingido por disparos de arma de fogo, e o policial sofreu ferimentos na região da cabeça — a causa não foi informada pela corporação. “Não há relato de outras pessoas feridas”, finalizou a PM, em nota.

Segundo apuração no local da repórter Gabriela Fardin, da TV Gazeta Sul, com policiais que atenderam a ocorrência, o homem que morreu é Paulo Henrique Ribeiro de Souza Chagas. O nome do militar ferido não foi informado.

Um morador da região — que pediu para não ser identificado — contou que estava em casa quando ouviu o barulho dos tiros e da correria por conta dos disparos. “O rapaz trocou tiros com a polícia e o policial passou correndo e atirando. O bandido entrou na casa vazia da vizinhança e foi baleado lá na residência”, relatou. Segundo ele, moradores da região estão assustados.

Homem morre e policial fica ferido após troca de tiros em Rio Novo do Sul
A troca de tiros que aconteceu na tarde desta quarta-feira (29), assustou moradores do local. Crédito: Telespectador | TV Gazeta

Procurada pela reportagem, a Polícia Civil (PC) disse que foi acionada para recolher o corpo de uma ocorrência de morte em confronto com agentes do Estado. "O corpo do suspeito será recolhido e encaminhado para o Serviço Médico Legal (SML) de Cachoeiro de Itapemirim, para ser necropsiado e, posteriormente, liberado para os familiares. Não temos outros detalhes, no momento, pois a ocorrência está em andamento", explicou, em nota.

SUSPEITO TINHA RECEBIDO BENEFÍCIO DA "SAIDINHA"

A reportagem apurou com a Secretaria de Estado da Justiça (Sejus) que Paulo Henrique cumpria pena em regime semiaberto. "Foi beneficiado com a saída temporária concedida pela Justiça no mês de maio e deveria ter retornado à unidade prisional no dia 11 de maio de 2022", informou.

Atualização

29 de Junho de 2022 às 19:09

Após publicação desta matéria, a reportagem apurou a identificação do suspeito, e também que ele cumpria pena em regime semiaberto. O texto foi atualizado.

Este vídeo pode te interessar

A Gazeta integra o

Saiba mais

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.