ASSINE

Casal foragido após morte de PMs no ES é preso em Minas Gerais

O homem e a mulher foram localizados após uma abordagem da polícia mineira na última quarta-feira. Em 2005, dois policiais militares foram assassinados durante uma emboscada na cidade de São Mateus

Rede Gazeta
Publicado em 18/06/2021 às 09h51
Casal é preso em MG
Homem preso por envolvimento em morte de policiais no ES. Crédito: Reprodução | TV Gazeta

Um casal condenado pela morte de dois policiais militares em São MateusNorte do Espírito Santo, foi preso na noite de quarta-feira (16) em Belo Horizonte, Minas Gerais. O crime ocorreu em 2005 durante uma emboscada. O homem e a mulher foram localizados após uma abordagem da polícia mineira. As informações são do G1 de Minas Gerais.

Segundo informações do site, a Polícia Militar suspeitou de um carro que estava com três pessoas e fez uma abordagem. Um dos ocupantes estava armado e foi questionado sobre a origem da arma. O suspeito contou para a PM que levaria o objeto para a casa do irmão.

As duas outras pessoas que estavam no veículo informaram que deram carona a ele e não sabiam da arma. Elas foram liberadas pela polícia, ainda de acordo com o G1. 

PRISÃO DO CASAL

Ao se dirigir com o homem até a casa do irmão dele, os policiais descobriram que os moradores eram foragidos da Justiça. O homem e a mulher foram condenados pela morte de dois policiais em São Mateus, no Norte do Espírito Santo.

Marcionílio Rodrigues de Paula foi condenado a 40 anos de prisão. O homem estava preso e armou uma emboscada para os militares. Ele teve a condenação decretada em 2012. Sete anos depois, a mulher dele, Ediana Lacerda Machado, foi condenada a 32 anos de prisão pela participação no crime. Ela era procurada desde 2018.

O CRIME

De acordo com informações da TV Gazeta, os dois militares foram assassinados em São Mateus em 2005, durante uma emboscada.

Os policiais faziam a escolta de um preso que estava recebendo atendimento em uma clínica dentária. Os indivíduos chegaram ao local, houve uma troca de tiros e os militares foram atingidos e morreram.

Marcionílio tentou fugir, mas os militares capixabas cercaram o carro dos suspeitos e prenderam o homem.

Policiais mortos em São Mateus
Policiais mortos em São Mateus. Crédito: Reprodução | TV Gazeta Norte

AS FUGAS

Segundo informações do G1 MG, após essa primeira tentativa de fuga, Marcionílio conseguiu o benefício da saída temporária da prisão. No entanto, passou a ser considerado foragido após não se reapresentar no período estabelecido pela Justiça.

Marcionílio foi encontrado na cidade de Ipatinga e preso novamente em 2015. Dez policiais militares foram mobilizados para resgatá-lo.

Logo depois, segundo a polícia, o homem conseguiu fugir novamente e foi encontrado, agora em São Joaquim de Bicas, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

O casal e o irmão de Marcionílio foram presos e encaminhados para a Delegacia de Plantão de Betim. A Polícia Civil de Minas Gerais vai assumir o caso e entrar em contato com a Polícia Civil do Espírito Santo e o Judiciário capixaba para fazer a transferência dos presos.

O QUE DIZ A POLÍCIA CIVIL DO ES

Procurada pela reportagem de A Gazeta, a Polícia Civil do ES informou, por meio de nota, que até a manhã desta sexta-feira (18), "não foi acionada para atender essa ocorrência". 

O QUE DIZ A SECRETARIA DA JUSTIÇA DO ES

A Secretaria de Estado da Justiça (Sejus) foi procurada pela reportagem da TV Gazeta e informou que ainda não foi acionada para esse caso.

*Com informações de Lucas Franco e Guilherme Pimenta, da Globo Minas, e do G1 MG

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.