ASSINE

Barbearia de fachada abrigava boca de fumo em Vila Velha

Três suspeitos, de 19, 26 e 27 anos, estavam no estabelecimento quando os policiais chegaram. Ao notarem a presença da polícia, eles tentaram fugir, mas foram alcançados e detidos

Publicado em 26/10/2020 às 13h37
Atualizado em 26/10/2020 às 13h37
Drogas
Quase 7 quilos de maconha foram apreendidos durante operação . Crédito: Divulgação/Sesp

Três pessoas foram presas e 6,5 quilos de maconha apreendidos durante operação do Departamento Especializado em Narcóticos (Denarc), no último sábado (24), em Ulisses Guimarães, em Vila Velha. Os policiais foram até o bairro averiguar informações acerca de uma suposta barbearia de fachada que servia como base de distribuição de drogas na região.

“Após levantar informações por cerca de duas semanas, constatamos que o imóvel é composto de um ponto comercial onde havia uma barbearia, na parte da frente, e nos fundos havia uma espécie de alojamento. No entanto, a barbearia servia de fachada para o tráfico de drogas que ocorria ali”, explicou o delegado Alexandre Falcão, que responde pelo Denarc.

No sábado, a equipe do Denarc se dirigiu até o local e flagrou a atividade criminosa. As investigações apontaram que o imóvel era usado para armazenar, preparar, distribuir e comercializar entorpecentes. Além da maconha, nove porções de haxixe e duas balanças de precisão foram apreendidas.

Três suspeitos, de 19, 26 e 27 anos, estavam no estabelecimento quando os policiais chegaram. Ao notarem a presença da polícia, eles tentaram fugir, mas foram alcançados e detidos. O mais velho se apresentou como barbeiro, responsável pelo estabelecimento comercial.

Os três foram autuados em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico, e encaminhados ao Centro de Triagem de Viana. O detido de 26 anos já tinha passagens anteriores, por tráfico de drogas e homicídio.

Com informações do Sicoi/Ascom /PCES

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.