ASSINE

Assaltantes mantêm pai, filha e entregador de pizza reféns em assalto no ES

Família acredita que o crime tenha sido planejado. Polícia Militar e Civil informaram que atuam para tentar identificar os assaltantes

Tempo de leitura: 3min
Linhares
Publicado em 23/04/2022 às 18h42

Pai, filha e um entregador de pizza foram mantidos reféns durante um assalto na noite de sexta-feira (22) na casa da família, localidade de Córrego Sete, em São Gabriel da Palha, no Noroeste do Espírito Santo. A ação durou cerca de 30 minutos e foi o suficiente para que dois assaltantes levassem uma moto, jóias, televisões, celulares, dinheiro em espécie e o lanche.

Segundo o boletim da Polícia Militar, os homens estavam armados e utilizavam toucas, luvas, moletons pretos e calças jeans, como forma de dificultar a identificação dos autores do crime. Eles eram agressivos, utilizaram de violência e ameaças para intimidar as vítimas.

Tudo começou por volta das 20h, quando um entregador de pizza, identificado como Pedro Henrique, chegou até a casa para deixar o pedido da família. O relatório da PM informa que ele foi rendido primeiro pelos assaltantes, que depois adentraram na casa e também fizeram o pai, o proprietário rural de 61 anos, e a filha de 28, de vítimas.

Delegacia São Gabriel da Palha
 Polícia Civil tenta identificar autores do crime. Crédito: Polícia Civil

“Os dois eram muito violentos. Meu pai tentava revidar, porque eles queriam levar a minha moto. Eles bateram muito no meu pai, na cabeça dele. Desde o primeiro contato que meu pai tentava revidar, eles davam socos no corpo e na cabeça dele”, relatou a jovem, que é assistente administrativa.

Segundo a filha, os criminosos também perguntavam pela mãe dela, de 59 anos, que não estava em casa. Para ela, é um indício que a ação teria sido planejada e que a família era observada. A vítima ainda salientou que os homens chegaram ao local a pé, com capacetes, onde não há câmeras de segurança.

Os criminosos abriram uma bolsa e pediram que os bens da família fossem colocados ali. Eles levaram joias. A vítima ainda conseguiu esconder o celular dela, mas o do pai e do entregador foram recolhidos. Além disso, os assaltantes levaram duas TVs de 32 polegadas. Roubaram também dinheiro: R$ 620 em espécie e entre R$ 400 e R$ 500 do entregador. Até os lanches da entrega foram alvos dos assaltantes, informou a PM.

A família tentou evitar entregar a moto, mas devido a violência da dupla, a filha pegou a chave e a retirou de dentro de casa, obedecendo uma ordem dada. Neste momento, ela sofreu um arranhão na perna causado por uma faca. Segundo ela, poderia ter sido pior.

“Um deles desconfiou que eu poderia fugir. Eles falaram para eu sair da moto. Eu estava procurando o descanso, quando um gritou comigo e passou uma faca, que achou na cozinha de casa, na minha coxa e só arranhou a minha perna, não me machucou mesmo. Se ele achasse uma faca que realmente cortasse, ele não teria pudor nenhum”, contou a vítima.

Nenhuma das pessoas mantidas reféns precisou de socorro médico. No entanto, ficou o susto e a sensação de que os criminosos vão passar impune. “Eu não acredito que a Justiça será feita, que meus bens serão devolvidos. Muito triste saber que isso vai passar impune”, disse a jovem, que lembrou de um furto em que foi vítima há dois anos e até hoje não recuperou o que perdeu.

A Polícia Militar informou para a reportagem de A Gazeta que atua junto à Polícia Civil na tentativa de identificar os autores do assalto e acredita que tenha sido uma ação planejada.

Este vídeo pode te interessar

A Gazeta integra o

Saiba mais

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.