ASSINE

Artefato militar explosivo é encontrado durante pescaria em Alegre

Morador de Rive encontrou a munição durante pescaria nesta quarta (18). Segundo a polícia, ele correu risco de vida ao levar o dispositivo para casa, pois poderia explodir

Cachoeiro de Itapemirim / Rede Gazeta
Publicado em 19/05/2022 às 13h19
Artefato militar é encontrado por morador de Alegre
Artefato militar é encontrado por morador de Alegre . Crédito: Divulgação/ PM

Um artefato militar será detonado pelo Esquadrão Antibombas do Batalhão de Missões Especiais (BME) nesta quinta-feira (19) em uma área isolada em Alegre, na Região do Caparaó. A Polícia Militar recolheu o objeto nesta quarta-feira (18) depois que um militar de folga acionou a corporação, relatando que o sogro localizou um artefato militar enquanto pescava e levou para casa.

Segundo a polícia, o artefato é antigo, supostamente utilizado em um treinamento do 38° Batalhão de Infantaria do Exército Brasileiro de Vila Velha. O objeto foi localizado no distrito de Rive, em Alegre, após uma pescaria. A munição foi levada para um local isolado, cercada por sacos de areia na sede do 3º Batalhão da PM no município.

O BME foi acionado na quarta-feira e chegou ao município nesta quinta-feira para a detonação. O morador, segundo a polícia, correu risco de vida levando o artefato para casa.

De acordo com informações do explosivista do Esquadrão Antibombas do Batalhão de Missões Especiais (BME), cabo Thiago, o objeto é uma munição não deflagrada durante treinamento e pode atingir aproximadamente 150 metros de destruição na deflagração, em caso de explosão.

Este vídeo pode te interessar

A Gazeta integra o

Saiba mais

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.