ASSINE

Após perder R$ 11 mil, mulher faz "armadilha" para pegar golpista no ES

Estelionatário se passou pela irmã da vítima e pediu R$ 6.200 emprestados por mensagem. Antes deste golpe, mulher de Colatina já havia tido cartão clonado e perdido R$ 11 mil

Publicado em 08/09/2020 às 20h08
Polícia Civil investiga o caso
Polícia Civil investiga o caso. Crédito: Heriklis Douglas

Um golpista tentou se aproveitar de uma mulher em Colatina, no Noroeste do Espírito Santo, mas a vítima desconfiou e acabou frustrando a expectativa do criminoso. Na tarde desta terça-feira (8), um estelionatário se passou pela irmã dela, em um aplicativo de mensagens, e pediu R$ 6.200 emprestados.

Segundo a mulher, enquanto eles conversavam, a irmã fez contato por meio do número verdadeiro e ela verificou que se tratava de uma fraude. Como a vítima já tinha ouvido falar desse tipo de golpe e havia sido vítima recente de clonagem, decidiu preparar uma armadilha para os golpistas. Pelo celular, disse que o dinheiro podia ser retirado na casa dela e chamou a polícia. 

Quando chegou na residência, o motoboy foi abordado e alegou para os militares que era contratado apenas para pegar o valor e depositar em três contas diferentes, sem conhecer o contratante. Outro motoboy que o acompanhava também fazia o mesmo serviço e acabou, também, sendo detido.

Após a abordagem, os dois disseram que só trabalhavam em uma empresa de transportes e que foram enviados para buscar os valores.

Os suspeitos foram encaminhados para a Delegacia de Colatina. A Polícia Civil vai investigar o envolvimento dos motoboys no caso.

Recentemente a vítima já havia caído em outro golpe. Na ocasião, a mulher foi enganada e acabou perdendo R$ 11 mil após ter o cartão de crédito clonado.

GOLPES 

Esse não foi o primeiro caso de golpe registrado em Colatina. De acordo com a PM, só nos últimos dois meses, foram mais de 200 registros de estelionato. Os crimes são variados, mas a maioria acontece pela internet. Segundo a Polícia Civil, a compra de carros pela internet e o sequestro de contas em aplicativos de mensagens são as mais recorrentes.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.