ASSINE

Amigos prestam homenagem a lutador desaparecido em cachoeira de Castelo

Nesta segunda-feira (19), completa uma semana o desaparecimento de Felippe Gussão, de 32 anos, após mergulhar na Cachoeira do Bambuzal, em Castelo. Familiares e amigos fizeram uma celebração na cachoeira em homenagem ao lutador de jiu-jitsu

Cachoeiro de Itapemirim / Rede Gazeta
Publicado em 19/04/2021 às 12h03
Nesta segunda-feira (19), completa uma semana que Felippe Gussão desapareceu após mergulhar em uma cachoeira, em Castelo
Amigos prestam homenagem a atleta desaparecido em cachoeira no ES . Crédito: Raphael Cardoso

Amigos de Felippe Gussão, de 32 anos, que está desaparecido na última segunda-feira (19), após mergulhar na Cachoeira do Bambuzal, em Castelo, no Sul do Espírito Santo, fizeram uma homenagem ao lutador neste domingo (18), bem próximo ao local onde aconteceu o desaparecimento. Faixas de jiu-jitsu foram colocadas no local.

Nesta segunda-feira (19), completa uma semana que Felippe Gussão desapareceu após mergulhar em uma cachoeira, em Castelo
Amigos prestam homenagem a atleta desaparecido em cachoeira no ES. Crédito: Raphael Cardoso

Segundo Raphael Cardoso, amigo de Felippe, a homenagem aconteceu durante uma celebração organizada pela família. “A família preparou uma celebração, que foi feita a poucos metros da cachoeira. Daí o pessoal do jiu-jitsu resolveu ir de quimono para homenagear.”

Nesta segunda-feira (19), completa uma semana que Felippe Gussão desapareceu após mergulhar em uma cachoeira, em Castelo
Amigos prestam homenagem a atleta desaparecido em cachoeira no ES. Crédito: Raphael Cardoso

Durante a homenagem, teve oração, música e depoimentos de familiares e amigos. Na hora do encerramento, os amigos do lutador de jiu-jitsu se abraçaram. “Foi bonito, simples e emocionante. Nos abraçamos como se estivéssemos abraçando ele. Depois cada um colocou sua faixa em um arranjo de flores para homenageá-lo, porque a faixa no jiu-jitsu representa o que a pessoa é”, falou Raphael.

Raphael estava com Felippe no dia do desaparecimento e contou o que aconteceu. “Ele pulou e apareceu. Pensamos que era brincadeira. Depois ele apareceu de novo e sumiu. Outro amigo pulou e tentou encontrá-lo, mas não conseguiu”, disse.

Castelo cachoeira castelo ES Sul

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.