ASSINE
Oferecimento:
Modo de Visualização:
Danielly dos Santos Barcellos
Danielly dos Santos Barcellos
1984
2021

Professora morre por complicações do coronavírus em Vila Velha

Aos 37 anos, a educadora do Colégio Vicentino São José não resistiu aos problemas provocados pela Covid-19 e faleceu na madrugada desta terça-feira (16)

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 16/03/2021 às 15h25

Alunos, colegas da área da educação, amigos e familiares se despediram da professora Danielly dos Santos Barcellos, de 37 anos, que morreu em decorrência de complicações da Covid-19 na madrugada desta terça-feira (16), em Vila Velha.

Danielly trabalhava como educadora no Colégio Vicentino São José, no mesmo município, e atuava no Maternal II B. Em nota, a instituição de ensino lamentou a perda da colaboradora, a quem demonstrou gratidão pela dedicação empenhada no ensinamento às crianças.

"As irmãs, direção, coordenadores, orientadores, professores e demais colaboradores do Colégio Vicentino São José manifestam seus mais profundos sentimentos pelo falecimento da nossa professora Danielly dos Santos Barcellos. Manifestamos gratidão pela vida de Danielly e nossa solidariedade à mãe, ao irmão, ao marido e aos familiares para que passem por este momento de dor, com fé e serenidade", diz o comunicado a escola.

Em respeito ao luto, as aulas no período da tarde foram suspensas nesta terça-feira no São José.

Vila Velha
O Colégio Vicentino São José publicou uma nota de pesar pela perda da professora . Crédito: DIvulgação

COMPLICAÇÕES

Em entrevista á reportagem de A Gazeta, um primo da professora, explicou que Danielly já teve Covid-19 e na noite desta segunda-feira (15), por volta das 20h, ela apresentou um quadro de complicação respiratória. Uma ambulância foi acionada para o resgate e os primeiros socorros foram realizados ainda dentro do veículo até ela dar entrada em um hospital da cidade.

O familiar contou que a prima precisou ser intubada e sofreu duas paradas cardiorrespiratórias. Danielly não resistiu e faleceu por volta das 4h, informou o familiar, que pediu para não ser identificado.

Danielly era casada e não tinha filhos. Natural de Vila Velha, ela morava no bairro Novo México. A professora foi sepultada em um cemitério particular da cidade em uma despedida restrita aos familiares devido à pandemia.

No último domingo (14), a também professora Nilce Tatagiba, de 62 anos, morreu em decorrência da Covid-19. Ela integrava o quadro educacional da Prefeitura de Vitória desde 1996 e trabalhava na Escola Municipal Éber Louzada, em Jardim da Penha.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.