Irmã Fausta Ramos
Irmã Fausta Ramos
1923
2021

Aos 98 anos, morre irmã Fausta, freira que ensinou Roberto Carlos a ler e escrever

"Amiga de fé, irmã camarada", Fausta Ramos e Roberto Carlos mantiveram contato durante toda carreira do cantor. Foi dela que ele recebeu de presente um medalhão, que usou durante os anos 1960 e 1970, e está presente na capa de discos famosos do Rei

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 14/02/2021 às 20h34

Morreu em Vila Velha neste domingo (14), às 16 horas, a irmã Fausta Ramos, de 98 anos, que ficou conhecida por ser professora do cantor Roberto Carlos, ainda no primário, e quem o ensinou a ler e escrever, em Cachoeiro de Itapemirim, região Sul do Espírito Santo. A freira e o músico mantiveram contato durante toda a carreira do Rei e foi ela que, na década de 1960, deu a ele um medalhão banhado a ouro, presente em várias capas de disco do cantor.

A irmã também era conhecida por ter sido diretora do pensionato São Luiz, hoje já desativado, que funcionava na ladeira do bairro Santa Cecília, próximo ao Parque Moscoso, em Vitória. A instituição recebia muitos jovens durante os anos de 1960 a 1970 que saíam do interior para estudar na Capital. Acolhedora, irmã Fausta era lembrada pela sensibilidade que tinha com as pessoas e com o carinho, principalmente entre os que tinham mais dificuldades financeiras.

A freira passou seus últimos dias no Centro de Formação Martina Toloni, uma casa religiosa na Prainha, em Vila Velha, que abriga as Irmãs com Jesus na Eucaristia, congregação que ela fazia parte. Sua colega de vocação, a irmã Rita Lourdes, foi quem esteve com ela nos últimos anos e conta a admiração que as outras freiras tinham com Fausta.

Na construção ao alto, o pensionato São Luiz, em Santa Cecília
Na construção ao alto, o pensionato São Luiz, em Santa Cecília, na Capital. Crédito: Arquivo IJSN

"Ela era uma pessoa muito sensível. Na época do pensionato, todo mundo a chamava de mãe. Ela atuou em Cachoeiro de Itapemirim, em Vitória e em Vila Velha, viu essas cidades crescerem e tinha uma memória fantástica para lembrar de nomes e datas. Adorava contar histórias, todas nós temos uma admiração muito grande com ela", conta irmã Rita.

Nascida no Estado de Sergipe, a irmã Fausta veio ainda muito nova para o Espírito Santo, na década de 1940. O trabalho no Colégio Cristo Rei, em Cachoeiro de Itapemirim, onde deu aulas a Roberto Carlos, foi uma das primeiras tarefas que recebeu em sua vocação religiosa. Eles se conheceram em 1949, quando o cantor tinha apenas oito anos de idade. Logo, os dois criaram um laço de amizade que se manteve mesmo quando o cachoeirense se tornou uma das pessoas mais famosas do país.

Roberto Carlos posa com o medalhão que recebeu de presente de Irmã Fausta
Roberto Carlos posa com o medalhão que recebeu de presente de Irmã Fausta, nos anos 1970. Crédito: Divulgação

Roberto Carlos, quando vinha ao Espírito Santo, costumava encontrá-la. Sempre discreto, ele pedia que assistentes de sua equipe fossem até a Prainha e convidavam a freira para ir visitá-lo onde estava hospedado. 

O medalhão que Roberto levou durante anos em seu peito também foi carregado pela freira por 25 anos. A peça tem de um lado uma imagem do Sagrado Coração de Jesus e do outro as letras IHS, que são escritas em hóstias eucarísticas. O objeto está presente no pescoço do cantor em quase todos os discos lançados entre 1973 e 1981. Por conta disso, o período – no qual gravou músicas como "Além do Horizonte", "O Portão" e "Jesus Cristo – é chamado por críticos musicais de "a fase do medalhão".

Além do objeto, ele recebeu outros presentes de irmã Fausta, como uma medalha menor, em 2007, e um livro de poesias escrito por estudantes do colégio onde o Rei aprendeu as primeiras lições.

"O carinho entre os dois era recíproco, uma amizade muito grande", lembra a irmã Rita Lourdes.

Irmã Fausta vinha tendo complicações nos últimos anos devido a um agravamento de um quadro de trombose nas pernas. Ela já não andava havia alguns anos, mas se manteve lúcida até poucos meses antes de sua morte. O local de velório e onde a freira será enterrada ainda não foram definidos.

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.