Izael, do grupo Demônios da Garoa, morre de Covid-19 aos 79 anos

O grupo é um dos mais longevos da música brasileira e mundial. De São Paulo, no próximo dia 23 completará 78 anos desde a sua formação

Publicado em 16/02/2021 às 08h18
Izael Caldeira
Izael Caldeira. Crédito: Leandro Almeida | Facebook

O músico Izael Caldeira, integrante do grupo Demônios da Garoa, morreu na noite desta segunda-feira (15), vítima da Covid-19. Ele estava internado desde o começo do mês para tratar a doença. Izael tinha 79 anos, completados no último 27 de janeiro. Em nota publicada em rede social, o grupo diz: "Perdemos uma das vozes mais lindas desse País, um ser humano ímpar e que vai deixar muitas, mas muitas saudades".

O grupo vinha atualizando o estado de saúde do músico desde a sua internação, pedindo orações aos fãs. Na semana passada, uma postagem afirmava que o músico havia apresentado uma "melhora inesperada", mas que o quadro seguia grave.

Izael ingressou no grupo em 1999 e tocava timba, além de cantar. Deixa a esposa, cinco filhos, nove netos e um bisneto.

O GRUPO

O Demônios da Garoa é um dos grupos mais longevos da música brasileira e mundial. De São Paulo, no próximo dia 23 completará 78 anos desde a sua formação.

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.