ASSINE

Ex-presidente do CRM-ES, médico Severino Dantas Filho morre aos 79 anos

O pediatra foi professor da Ufes e da Emescam e estava internado em um hospital em Vitória desde 2019, quando teve um AVC hemorrágico

Publicado em 07/09/2021 às 13h28
Severino Dantas Filho, ex-presidente do CRM-ES, morreu aos 79 anos
Severino Dantas Filho, ex-presidente do CRM-ES, morreu aos 79 anos. Crédito: Reinaldo Carvalho

Aos 79 anos, completados no último dia 31, morreu na manhã desta terça-feira (7) o médico pediatra Severino Dantas Filho, ex-presidente do Conselho Regional de Medicina (CRM-ES). Segundo a família, ele estava internado em um hospital particular de Vitória desde março de 2019, quando sofreu um acidente vascular cerebral (AVC) hemorrágico.

A filha do médico, a maquiadora Lara Medeiros Dantas, de 42 anos, explica que o estado de saúde do pai começou a piorar no dia do aniversário dele.

“No dia 31 de agosto, aniversário dele, ele começou a ter febre e passaram a dar medicações no dia seguinte. Ontem meu irmão chegou de viagem, do Rio, para visitá-lo, mas pecisaram tirar ontem mesmo as medicações porque já não faziam mais efeito”, lamenta.

Ela explicou que, em 31 de março de 2019, Severino teve um AVC hemorrágico e ficou internado por dois meses no Vitória Apart Hospital, na Serra, de onde foi transferido para o Hospital Total Health, em Vitória. A família recebeu a notícia da morte dele por volta de 11h desta teça-feira.

Severino Dantas Filho foi professor da Emescam por mais de 40 anos e da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) por mais de 20 anos. Ele ainda esteve à frente do CRM-ES durante o período de 2013 a 2015, em que foi presidente da autarquia. Em suas redes sociais, o Conselho Regional de Medicina do Espírito Santo postou nota de pesar (veja abaixo).

Sua sobrinha, a analista judiciária Patrícia Dantas, de 56 anos, lembra com carinho da importância do tio para a Medicina no Espírito Santo. “Tio Dantas foi um dos implementadores do posto de saúde de São Pedro. Lá, explicou para as mulheres sobre a importância do aleitamento materno, era dedicadíssimo à Medicina. Ele deixa um legado. Não tem um médico que teve aulas com ele que não sinta orgulho. Era um profissional brilhante”, afirma.

O médico foi casado por cerca de 40 anos com Gláucia Eneida Medeiros Dantas, 81, anos, de quem já estava divorciado, e deixa três filhos: Lara e Gustavo Medeiros Dantas, de 42 e 47 anos, respectivamente, e Fabiana Gomes Dantas, de 49 anos, de outro relacionamento.

De acordo com a família, não haverá velório e o corpo de Severino será cremado. “Agradecemos o carinho de todos, mas será com a presença apenas da família”, disse a filha, Lara Medeiros Dantas.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Crm UFES Vitória (ES) medicina Obituário Emescam

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.