ASSINE

Aos 70 anos, médico de São Mateus morre vítima do coronavírus

O neurocirurgião José Luiz  Neves estava internado há duas semanas em um hospital particular. Com mais de quatro décadas de trabalho, ele foi um dos pioneiros da neurocirurgia na região

Publicado em 26/08/2020 às 17h09
Atualizado em 26/08/2020 às 17h09
José Luiz Neves
O médico José Luiz Neves . Crédito: Divulgação/ Med Imagem São Mateus

O neurocirurgião José Luiz Silva Neves morreu aos 70 anos, nesta quarta-feira (26). O profissional estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de um hospital particular de São Mateus, no Norte do Espírito Santo, infectado pelo novo coronavírus. Com mais de quatro décadas de trabalho, ele foi um dos pioneiros da neurocirurgia na região.

Amigo de infância, companheiro de faculdade e atualmente sócio do médico em uma clínica, o urologista Jorge Silva lamentou a morte do colega e afirmou que ele deixa um legado na medicina.

“Era um grande profissional e uma pessoa muito correta. Nós somos amigos de infância e formamos juntos, ele deixa a classe médica de luto. José Luiz era referência, fica grande legado para a medicina do Espírito Santo”, afirmou.

Este vídeo pode te interessar

O amigo conta ainda que o médico não era portador de nenhuma doença crônica. Apesar dos 70 anos, era muito ativo e praticava atividades físicas regularmente. Segundo o colega, José Luiz morreu após ficar internado por 14 dias em um hospital particular da cidade. 

Doutor José Luiz era um dos pioneiros na neurologia em São Mateus. Crédito: Divulgação/ Med Imagem São Mateus
Doutor José Luiz era um dos pioneiros na neurologia em São Mateus. Crédito: Divulgação/ Med Imagem São Mateus

TRAJETÓRIA NA MEDICINA

O médico se formou em 1976 na Escola Superior de Ciências da Santa Casa de Misericórdia de Vitória (Emescam). Em seguida, José Luiz seguiu para o Rio de Janeiro, onde se especializou em Neurologia. No final da década de 80 ele retornou para São Mateus, sua cidade natal, onde foi um dos pioneiros na especialidade. Por muitos anos trabalhou no Hospital Estadual Dr. Roberto Silvares.

Atualmente, o médico atendia consultas particulares e cuidava de uma clínica de diagnósticos que fundou em 1998 ao lado do amigo Jorge Silva, urologista.

Em nota, a empresa se manifestou lamentando a morte de José Luiz: “Exerceu a Medicina através de uma atuação exemplar e se fez referência para todos os que o conheceram e compartilharam a alegria de seu convívio”, afirmou.

Clínica lamentou a morte do médico
Clínica lamentou a morte do médico . Crédito: Divulgação/ Med Imagem São Mateus

HOMENAGEM

Sem a possibilidade de velório durante a pandemia do novo coronavírus, familiares e colegas farão um cortejo em homenagem ao médico mateense. No final da tarde desta quarta-feira (26), o cortejo vai percorrer algumas ruas da cidade, passando pela clínica no bairro Fátima e seguindo para o cemitério no Centro de São Mateus.

A Gazeta integra o

Saiba mais
São Mateus Coronavírus Coronavírus no ES Covid-19 medicina são mateus Pandemia Profissionais da saúde

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.