Linhares vai distribuir 200 mil máscaras para a população

A prefeitura também estuda implantar um decreto que obriga o uso do equipamento por todos os moradores que precisam circular pela cidade

Publicado em 16/04/2020 às 08h52
Atualizado em 16/04/2020 às 13h20
16/04/20 - Linhares - Unidade de Saúde Pronto Atendimento 24 horas de Linhares
Unidade de Saúde de Linhare. Crédito: Prefeitura de Linhares/Divulgação

A Prefeitura de Linhares, no Norte do Espírito Santo, vai distribuir cerca de 200 mil máscaras para os moradores a partir do próximo fim de semana. O objetivo é aumentar as medidas de prevenção contra o novo coronavírus e diminuir os casos de contaminação pela doença.

As máscaras são feitas de algodão e podem ser reutilizadas, conforme orientação do fabricante. Na embalagem do produto, o morador da cidade terá mais informações sobre como utilizar a máscara e as formas de cuidados que devem ser adotadas para garantir a proteção.

USO OBRIGATÓRIO

Com o objetivo de combater as possibilidades de contaminação pelo novo coronavírus, a prefeitura estuda tornar o uso de máscara obrigatório na cidade, por meio de um decreto. Caso confirmada, a medida vai atingir as pessoas que precisam circular pelas ruas e locais públicos do município. No entanto, ainda não há uma confirmação se o decreto será ou não implantado.

CORONAVÍRUS EM LINHARES

De acordo com o último boletim epidemiológico divulgado pela Prefeitura de Linhares, nesta quarta-feira (15), o município já notificou 238 casos. Desse total, 12 casos foram confirmados, 44 são considerados suspeitos e 182 foram descartados. A cidade também registrou um óbito pela Covid-19.

Do total de casos confirmados de contaminação pela Covid-19, cinco pacientes já são considerados clinicamente curados e seis seguem em isolamento domiciliar.

A Secretaria Municipal da Saúde confirmou que o município já registrou um caso de transmissão comunitária e anunciou que vai adquirir 3 mil testes rápidos, com previsão de chegada até o dia 20 de abril. O objetivo é agilizar o diagnóstico da doença e conter a transmissão do vírus na cidade.

Com informações de Eduardo Dias, da TV Gazeta Norte

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.