ASSINE

Jovem procura a polícia e pede para ser presa em Linhares

Para os policiais, a mulher confessou que estava foragida do sistema prisional e que deveria ser presa novamente

Publicado em 09/12/2019 às 18h35
Patricia estava foragida desde  outubro do ano passado.  Após ser ouvida na Delegacia de Linhares ela foi reencaminhada ao presídio. Crédito: Leonardo Goliver
Patricia estava foragida desde  outubro do ano passado.  Após ser ouvida na Delegacia de Linhares ela foi reencaminhada ao presídio. Crédito: Leonardo Goliver

Uma história pouco comum foi registrada na cidade de Linhares, na região Norte do Espírito Santo. Uma mulher identificada como Patricia de Souza Batista, de 28 anos, foi até a sede do 12ª Batalhão de Polícia Militar, no bairro José Rodrigues Maciel e pediu para ser presa. O motivo, segundo ela, seria um mandado de prisão em aberto contra ela.

Tudo aconteceu na tarde do último sábado (7), por volta das 17h40. Assim que ouviram o relato da jovem, os militares realizaram a consulta no sistema e constataram que Patricia tinha fugido do sistema penitenciário.

Segundo a Polícia Militar, após a confirmação, a jovem foi detida e levada para a Delegacia Regional de Linhares. No local, Patricia foi ouvida e reencaminhada ao presídio. A Polícia Civil não deu detalhes sobre o que motivou a jovem a se entregar.

FORAGIDA DA JUSTIÇA

De acordo com a Secretaria de Justiça do Espírito Santo (Sejus), Patricia deu entrada no Centro Prisional Feminino de Colatina no dia 3 de maio de 2014. Em outubro de 2018, após saída temporária concedida pela Justiça, ela deixou o sistema prisional e não retornou à unidade no prazo estabelecido, sendo considerada foragida.

Segundo a Sejus, ela responde pelos crimes de tráfico de entorpecentes e associação ao tráfico. Agora, Patricia voltará a cumprir pena no Centro Prisional Feminino de Colatina.

A Gazeta integra o

Saiba mais
linhares pm (polícia militar) polícia civil es norte linhares

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.