ASSINE

Espírito Santo investiga mais duas mortes por coronavírus

O secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes, confirmou que o Espírito Santo tem dois óbitos sendo analisados por infecção da Covid-19. O número atual é de seis mortes confirmadas

Publicado em 07/04/2020 às 08h17
Atualizado em 07/04/2020 às 18h37
Nésio Fernandes, secretário da Saúde do ES
Nésio Fernandes, secretário da Saúde do Espírito Santo. Crédito: Reprodução/TV Gazeta

ATUALIZAÇÃO: No início da noite desta terça-feira (07), a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) divulgou um novo boletim epidemiológico em que mantém seis mortes confirmadas por coronavírus no Espírito Santo. Agora, apenas um óbito segue em investigação e não dois, como consta no levantamento de segunda-feira (06). Além disso, o número de pacientes que tiveram o teste positivo para a Covid-19 subiu de 209 para 227 em todo o Estado. 

O Espírito Santo registra seis óbitos confirmados por coronavírus, de acordo com o último boletim da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) divulgado nesta segunda-feira (6), mas esse número pode aumentar. Isso porque o Estado tem dois casos de mortes pela doença que estão em investigação e aguarda pelo laudo final.

A confirmação das investigações de mais dois óbitos pela Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, foi dada pelo secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes, em entrevista ao Bom Dia ES, da TV Gazeta, na manhã desta terça-feira (7).

"Tínhamos ontem (segunda-feira) duas mortes em investigação e até o momento não temos novos casos investigados", salientou o chefe da Secretaria de Estado da Saúde, destacando que a secretaria aguarda laudo para saber se as mortes investigadas são pela Covid-19.

ELEMENTO SUSPEITO

Nésio Fernandes ainda explicou o que leva um óbito a ser investigado para a possibilidade de ter sido por Covid-19. Para que ela seja investigada, é preciso que o paciente apresente algum fator respiratório complicador.

"Toda morte que passa a ter um componente suspeito de algum elemento respiratório, ela leva então a possibilidade de ser investigado por coronavírus, mas aquilo que você não suspeita, não se diagnostica. Existe uma orientação do sistema de saúde para que se investigue o paciente que apresente um componente respiratório explícito. Nem todas as mortes são notificadas com coronavírus", finalizou o secretário da Sesa.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Espírito Santo Saúde SESA Coronavírus Coronavírus no ES espírito santo nesio fernandes

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.