ASSINE

Coronavírus: número de casos confirmados no ES sobe para 1.212

Informações constam no painel de diagnósticos da Secretaria de Saúde (Sesa)

Publicado em 20/04/2020 às 16h26
Atualizado em 20/04/2020 às 18h00
Coronavírus
Coronavírus. Crédito: Arte Idec

O Espírito Santo acumula 1.212 casos confirmados do novo Coronavírus (Covid-19) até a tarde desta segunda-feira (20). A última atualização no domingo (19) do Painel Covid-19, da Secretaria Estadual de Saúde (Sesa), mostrava 1.168 casos no Estado. Foram 44 novos casos nas últimas 24h.

Nesta segunda-feira (20), o número de mortes chega a 34. O Estado registra casos de transmissão comunitária da doença, ou seja, quando não há como identificar a origem da contaminação.

A morte registrada é de um homem, de 61 anos, com comorbidade, morador de Vila Velha, que estava internado no Hospital Estadual Dr. Jayme Santos Neves.

Dos casos confirmados até essa segunda-feira (20), 122 estão hospitalizados. Desses, 73 encontram-se internados em Unidades de Terapia Intensiva (39 em hospitais estaduais de referência à Covid-19; 29 em hospitais particulares; e cinco em hospitais filantrópicos).

Outros 49 pacientes encontram-se em enfermarias (15 em hospitais estaduais de referência à Covid-19; 29 em hospitais privados; e cinco em hospitais filantrópicos).

CURADOS

O painel Covid-19, da Secretaria de Estado da Saúde, contabiliza nesta segunda-feira (20), 236 pessoas curadas. Na última quarta-feira (15), o número de curados chamou a atenção. Naquela data, eram 462 pacientes recuperados da Covid-19, 376 pessoas a mais que o dado informado no boletim do dia anterior (14), quando havia 86 curados.

A justificativa do governo era uma mudança no processo de notificações que passaram a ser realizadas pelo Sistema de Informação em Saúde e-SUS. Os dados são repassados pelos municípios e ficam concentrados na ferramenta Painel Covid-19, dentro do portal do coronavírus, criado pelo Governo do Estado para reunir todos os dados relacionados à doença em solo capixaba.

COMO PREVENIR

Até o momento não há um tratamento específico para a doença, que é transmitida por gotículas de saliva e catarro que se espalham pelo ambiente. Por isso, é fundamental manter alguns cuidados com a higiene pessoal que também valem para afastar o risco de gripe e outras tantas doenças respiratórias.

  • Lavar as mãos frequentemente por pelo menos 20 segundos com água e sabão;
  • Utilizar antisséptico de mãos à base de álcool para higienização;
  • Cobrir com a parte interna do cotovelo a boca e o nariz ao tossir ou espirrar;
  • Utilizar lenço descartável para higiene nasal;
  • Evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca;
  • Não compartilhar objetos de uso pessoal;
  • Limpar regularmente o ambiente e mantê-lo ventilado.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.