ASSINE

Bicicletas compartilhadas: ataque hacker deixa Bike Vitória fora do ar

Empresa responsável pelo sistema relatou ataque cibernético, que já deixa o serviço indisponível há três dias. Ela garante que não houve nenhuma perda ou vazamento de dados dos usuários

Publicado em 09/12/2019 às 12h22
Bike Vitória é o serviço de compartilhamento de bicicletas na capital. Crédito: Arquivo / Guilherme Ferrari
Bike Vitória é o serviço de compartilhamento de bicicletas na capital. Crédito: Arquivo / Guilherme Ferrari

Um ataque cibernético deixa o Bike Vitória fora do ar desde a última sexta-feira (6). Usuários relatam instabilidade no serviço de compartilhamento de bicicletas há três dias.

Em nota, a Prefeitura de Vitória relatou o ataque hacker e mandou para A Gazeta um comunicado da Serttel, empresa responsável pelo sistema. No comunicado, a Serttel contou que foi vítima de um ataque que causou a indisponibilidade dos seus servidores e sistema, ocasionando a paralisação do Bike Vitória.

Para testar o sistema após as queixas, A Gazeta também tentou utilizar o aplicativo no domingo (8) e nesta segunda-feira (9) e, ao acionar a busca pelas estações, o aplicativo não completou a operação. Na tela do aplicativo, apenas aparecia a mensagem "atualizando estações".

A Serttel afirmou que os servidores da empresa precisaram ser restaurados e reconfigurados e que o serviço deve ser restabelecido nesta segunda-feira (9). A empresa garantiu que não houve nenhuma perda ou vazamento de dados e disse que tomou as medidas necessárias para apurar os fatos. Assegurou que reforçou os seus mecanismos de segurança para garantir a integridade dos seus sistemas e evitar que novos ataques ocorram.

Segundo a Prefeitura de Vitória, o sistema conta com 320 bikes compartilhadas para aluguel e cerca de 900 pessoas utilizam as bicicletas diariamente. O Bike Vitória possui, no total, 32 estações, 30 de bicicletas adultas e duas infantis. O passe diário do serviço custa R$ 7,50; o mensal, R$ 15; e o anual, R$ 93,75. Ou seja, aquele usuário que tem o passe mensal ou anual ficou três dias sem poder usar a bike. A prefeitura disse que, no caso das assinaturas mensal e anual, o ciclista será compénsado com a extensão dos passes.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Prefeitura de Vitória bicicleta Bike Vitória Ataque Hacker

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.